Brasileiro trabalharia 56 anos para igualar a salário de deputados federais

19/02/2011 07:47

 

O trabalhador brasileiro que recebe um salário mínimo teria que economizar seu ganho total por 56 anos para conseguir igualar a remuneração de um deputado federal. Levantamento foi realizado pelo site Congresso em Foco e baseia-se na proposta de reajuste salarial em R$ 545 aprovada quarta-feira (16).

Atualmente, o salário de um federal é de R$ 26,7 mil mensal; já, com a aprovação do reajuste a ser votado no Senado, a soma anual da renda do trabalhador comum será de apenas R$ 7.085 anuais. Menos de 10% dos R$ 400,5 mil embolsados anualmente pela bancada da Câmara. Os deputados têm 15 folhas salariais, sendo dois pagamentos extras em dezembro e mais dois em fevereiro.

Em tese, uma diferença que só poderia ser diminuída em 2067. Além do salário, os congressistas têm direito ainda a uma série de benefícios, como passagens aéreas, auxílio-moradia ou apartamento funcional e ressarcimento por despesas relacionadas ao mandato.

Com os R$ 545 propostos pelo governo, o brasileiro que sobrevive com o piso salarial terá de trabalhar 49 meses para alcançar a renda mensal dos congressistas e da cúpula do Executivo. Se o trabalhador tiver carteira assinada, poderá atingir a cifra em três anos e dez meses de trabalho, considerando-se os 13 salários anuais.  

Se fosse contemplada a proposta das centrais sindicais, de R$ 560, a distância salarial entre parlamentares e assalariados de baixa renda seria um pouco menor. O trabalhador teria de suar 55 anos para alcançar o montante anual dos congressistas ou três anos e nove meses para chegar aos R$ 26,7 mil mensais.

Fonte:Folha do Estado


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!