Dicas na Hora de Compra um Computador

13/05/2011 08:19

 

Escrito por JSiqueira

foto:reprodução

Se você  estiver pensando em comprar um computador ou trocar aquele que você tem que já está velho- considera velho o computador com mais de quatro ano de uso-, ou mesmo fazer uma atualização neste que você já tem, vale  a pena ler estas dicas.

 Diante de uma enxurrada de opções que são oferecida pelo mercado surge  aquela dúvida  na hora  de comprar um computador, principalmente para aquelas pessoas que não entende nada ou quase de  computador: qual  “PC” comprar?

 Muitas são as propagandas de venda de computadores usando como ponto forte a quantidade  de  memória, ou seja,  a quantidade de GB de RAM do “PC”. Claro que a quantidade de memória  é importante mas existem outras coisas que devemos observar que também são importantes.

 Falam muito da capacidade de armazenamento, diante de outras opções que as novas tecnologia  oferecem também considerar apenas a capacidade é equivocado.

  Atualmente não vale mais apenas atualizar um computador que já é considerado “velho”, conforme já explicado anteriormente, não compensa comprar peças novas como um pente de memória, ou um disco rígido de maior capacidade, etc e colocar neste, será mais útil a troca por um mais novo. 

Outra dúvida que surge  para muitos ou até passa despercebido é se o computador que quer comprar é pronto ou montado.

Os computadores prontos em tese são constituídos para atender as necessidades das pessoas que vão usá-los.

 Aqui vamos dar uma dica importante, tem que estar atentos a alguns fatores, observar por exemplo se é possível fazer expansão da memória RAM, ou seja, se tem como colocar outra quantidade de  memória, se é possível colocar placa de vídeo.

 

Para montar a máquina, a pessoa tem que ter um conhecimento mínimo para comprar peça por peças, para não ser enganado(a), porém se isto é possível torna  melhor opção, principalmente para quem precisa do computador para um uso especifico ou que esteja buscando um melhor desempenho verso um baixo custo.

De qualquer forma ficar atento nestes detalhes na hora de optar em comprar um computador.

 

Falando um pouco sobre processadores: existem no mercado dois tipos de processadores os da Intel e os da AMD.

É sabido que quem domina o mercado hoje é a Intel  porém é necessário dizer que os processadores da AMD são  tão poderoso quanto. Como diz Fernando Panissi,  especialista em tecnologia e internet: Nesse quesito, a marca não é tão importante, pois ambas têm qualidade garantida. Mas é importante ficar de olho na geração do processador”.  

Com os novos lançamentos da Intel da linha Core, os processadores mais antigos como os da linha Core2Duo, QuadCore, torna uma opção mais barata na hora de comprar um computador sem falar que estes processadores são muitos bons mesmos para trabalhos que exige mais robustez.

Sem dúvida, isto não é novidade pois muitos já falaram, por serem mais baratos os processadores da AMD do que os equivalentes da Intel, estes passam a serem um opção na hora de fechar a compra do PC.

 Sem dimensionar a escala de importância mas há de se considerar também o tipo de memória existente na maquina.

Hoje no mercado  existem vários padrões de memórias, porém a maioria dos computadores estão vindo com memórias DDR2 e DDR3, sobresaindo a DDR2 de 800Mhz, por ser mais baratas.

 Outra dica muito importante é que os computadores que usam o sistema operacional Windows XP são projetados em cima de uma arquitetura de 32 bits e não reconhecem mais de 3GB de RAM. Acontece na maioria dos casos a pessoa compra um computador com esta descrição depois resolve colocar mais memória RAM e reclama que o computador não está reconhecendo mais memória, esta é a explicação.

Neste caso é aconselhável atualizar o PC para um sistema operacional mais atual como é o caso do Windows 7 ou de uma das distribuições do Linux. 

Para discos rígidos(HD), buscar o custo benefícios, já não vale mais a pena comprar um computador com um HD abaixo dos 160 GB. Este não é um fator determinante uma vez que existe  opção de utilizar um HD externo, porém diante dos custos dos HDs vale a pena comprar um PC que tenho no mínimo 160 GB,  que seja também no mínimo SATA II, pois os IDs são mais lentos  diante das novas necessidades dos processadores placa-mãe, memória RAM, etc.

 Muito em breve os discos rígidos SSD(discos de estado sólido) invadirá  o mercado dos HDs. Diferentemente dos atuais discos os SSDs sua tecnologia funciona baseada em memória flash como nos pen drivers e cartões de memória, ao invés dos convencionais que funcionam baseado em discos magnéticos com uma cabeça de leitura e motores.

Os benefícios são: acesso mais rápido os dados gravados, menor consumo de energia, mais resistentes a choque e mais silencioso.  O grande problema ainda hoje, e isto para o futuro vai ser solucionado é o preço, ainda são muitos caros.


Portanto, para você ter uma boa maquina que realmente satisfaça a sua necessidade, tem que levar em consideração estes fatores e, claro, a sua demanda, para que, em que você irá utilizar este PC.

Em tese segue esta seqüência na hora de fechar a compra de um computador: Processador/memória RAM/HD/placa-mãe, claro sem descartar a importância do monitor, placa de vídeo e mídea(cd/dvd).

 Se fui útil deixa um comentário no menu comentário.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!