Ex-prefeito e construtora terão que devolver R$ 4,2 mi

25/02/2011 06:59

Francisco Tenório, de Peixoto de Azevedo, é acusado pelo TCU de desviar dinheiro público

 


Cidade de Peixoto de Azevedo, onde obras públicas foram contestadas pelo TCU

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o ex-prefeito de Peixoto de Azevedo (691 km ao Norte de Cuiabá), Francisco de Assis Tenório, o ex-secretário de Finanças, Luiz Carlos Aparecido Bido, o ex-chefe de Materiais e Serviços, Argemiro Alcântara e a empresa Construbel Engenharia Planejamento e Representações Ltda. a devolverem, solidariamente, R$ 4.256.953,12, valor atualizado, ao Tesouro Nacional.


O convênio firmado entre o Ministério da Integração Nacional e o município tinha como objetivo a reconstrução de pontes de madeira, bueiros e recuperação de estradas.

Em vistorias, foram encontradas irregularidades como atraso injustificado na apresentação da prestação de contas, não conformidade das obras com o plano de trabalho, desvio de finalidade na aplicação dos recursos e documentos fiscais inidôneos.  

Os responsáveis também foram multados, individualmente, em R$ 75 mil. O valor deverá ser recolhido aos cofres do Tesouro Nacional. 

Cópia da decisão foi enviada à Procuradoria da República no Estado do Mato Grosso. O ministro Walton Alencar Rodrigues foi o relator do processo. Cabe recurso da decisão.

Fonte:MidiaNews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!