Investigadores encontram caixa-preta do avião da Air France, mas sem dados

01/05/2011 11:31

Um dos gravadores está sem o módulo de memória, que armazena informações cruciais

27.04.2011/AFP

Caixa-preta foi encontrada sem o cartão de memória que armazena informações, como os motivos da queda do avião

Investigadores da operação em busca dos destroços do avião da Air France, que caiu no oceano Atlântico em 2009, disseram que encontraram um dos gravadores que fazem parte da caixa-preta, porém sem o módulo de memória que armazena suas informações cruciais.

 

O comunicado foi feito pelo BEA, órgão do governo francês responsável pela investigação do acidente.

- Durante a primeira imersão feita pelo Remora 6000, que durou mais de 12 horas, o chassi do gravador de dados de voo foi encontrado, embora sem o módulo que protege e guarda os dados

Segundo o órgão, a busca continua para encontrar o módulo de dados que ainda está desaparecido, bem como o gravador de voz da cabine e outros destroços que podem ser úteis para a investigação.

A delicada operação de resgate começou nesta terça-feira (26). O navio de buscas Ile de Sein fez uma curta escala na última sexta-feira (22) em Dakar, no Senegal, antes de chegar ontem à região do acidente. Além dos equipamentos, 68 pessoas fazem parte da tripulação.

 

No final de março, o BEA anunciou que havia localizado, a 3.900 m de profundidade, novos destroços do acidente, ao norte da posição conhecida de onde caiu o avião AF 447, que fazia a rota Rio-Paris. Desta forma, o órgão anunciou que iria lançar uma nova e última fase de buscas em uma zona de 10 mil km2, ou seja, em um raio de 75 km em torno da última posição conhecida do acidente.

O avião da Air France caiu em 31 de maio de 2009, matando 228 pessoas de 32 nacionalidades, entre eles 59 brasileiros e 72 franceses.

Até hoje as causas do acidente não foram esclarecidas, embora o BEA já tenha constatado que as sondas Pitot para medir a velocidade da aeronave falharam. A Air France substituiu esse tipo de sondas em todos seus aviões após o desastre de 2009.

Fonte:R7.com


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!