Lotéricas aguardam autorização

02/03/2011 08:09

As casas lotéricas de Cuiabá estão aguardando comunicação oficial da Caixa Econômica Federal (CEF) para operar com compra e venda de moeda estrangeira. Na última segunda-feira, o governo federal autorizou as lotéricas e as agências dos Correios a prestar mais este tipo de serviço à comunidade. A autorização foi concedida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), formado pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento e pelo presidente do Banco Central.

“Por enquanto não recebemos nenhuma comunicação da Caixa”, disse ontem uma funcionária da Lotérica Brasil, que pediu para não ser identificada. “Até agora, o que sabemos é apenas através da imprensa. Ainda não conhecemos detalhes e só depois é que vamos poder nos manifestar”, disse ela, que se revelou surpresa com a medida.

Com a autorização, correios e lotéricas poderão comprar e vender moeda estrangeira no limite de até US$ 3 mil por operação. É o mesmo limite para transferências. A autorização não exige que todas as casas lotéricas e agências dos correios sejam correspondentes cambiais, como denominou o Banco Central.

Segundo Jussara Nogueira, gerente da lotérica Morada da Sorte, “por enquanto ainda não estamos autorizados a fazer qualquer operação com moeda estrangeira. Só depois que formos comunicados oficialmente é que passaremos a operar”, disse, acrescentando que também o que sabe até agora “é só através de notícia”.

Ela diz que, por causa da Copa do Mundo de 2014, vai aumentar o fluxo de turistas na cidade e muitas pessoas vão utilizar o serviço. “Acredito que o movimento nas lotéricas irá aumentar, assim como o faturamento dessas lojas”.

Jussara Nogueira conta que após a divulgação da notícia, bastante gente já procurou a loja para trocar moeda ou obter informações sobre a novidade. “Muitos querem saber como as operações poderão ser feitas, bem como os valores das trocas”.

Entre 600 e 800 pessoas, segundo estimativa da gerente, comparecem diariamente à lotérica para fazer um jogo, receber aposentadoria ou fazer um pagamento. “Com a inclusão de mais este serviço na área de câmbio, a nossa expectativa é de que o movimento e o faturamento na nossa loja aumentem em torno de 5%”, prevê Jussara.

Márcio Leôncio da Silva, da Lotérica Master Center, diz que a medida amplia a atuação das lotéricas e expande os serviços à comunidade. “Com certeza, teremos um maior número de pessoas transitando pelas lojas e, com isso, vamos vender outros produtos e serviços”, diz.

OPERAÇÃO - As lotéricas que tiverem interesse em operar com compra e venda de moedas estrangeiras poderão fazer um contrato com um banco, como se fossem um correspondente bancário.

O governo federal autorizou também as agências de turismo que já operam com compra e venda de moeda estrangeira a operar também com transferências internacionais. Dessa forma, eles poderão ser usados por pessoas que queiram enviar dinheiro ao exterior ou receber.

O chefe da gerência executiva de câmbio do BC, Geraldo Magela, explicou que as medidas foram tomadas para aumentar o número de instituições no Brasil com autorização para operar com moeda estrangeira. A preocupação do governo é que não faltem prestadores de serviços nessa área durante a Copa do Mundo de 2014, quando o país deve receber mais visitantes estrangeiros. (MM)

Fonte:Diário de Cuiabá


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!