Maioria dos deputados de MT rejeita proposta de aumento do salário mínimo

18/02/2011 07:44

 

 

 

A Câmara dos Deputados rejeitou as emendas que aumentariam o salário mínimo no país para R$ 560 ou R$ 600, propostas que defendidas pelas centrais sindicais e pelo PSDB, respectivamente. Sete parlamentares mato-grossenses participaram das votações, sendo que seis deles votaram contra as emendas e apenas um votou a favor.


Com a decisão, o salário mínimo deve ficar em R$ 545, valor que havia sido firmado anteriormente pelo governo do Estado sob a alegação de que não poderia conceder um aumento maior.


No total, 120 deputados votaram 'sim', pela aprovação do salário de R$ 560. Mas 361 votaram 'não'. Com relação ao aumento para R$ 600, 106 votaram 'sim' e 376 votaram 'não'.

 

 


Confira como votaram os deputados de Mato Grosso:
Votaram 'Não'
Carlos Bezerra (PMDB)
Homero Pereira (PR)
Neri Geller (PP)
Roberto Dorner (PP)
Ságuas Moraes (PT)
Valtenir Pereira (PSB)
Votou 'Sim'
Julio Campos (DEM)

Fonte:TVCA


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!