Região serrana do RJ tem mais de 30 mil sem casa e 817 mortos

25/01/2011 16:30

As cidades da região serrana do Rio de Janeiro somam 30.242 pessoas que perderam suas casas em decorrência das chuvas que atingiram o Estado neste mês. De acordo com a Defesa Civil, são 18.079 desalojados --que estão hospedados em casas de parentes e amigos-- e 12.163 desabrigados --que dependem de abrigos públicos.

Os números são referentes aos municípios de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto, Bom Jardim, Areal, Santa Maria Madalena, Sapucaia, Paraíba do Sul, São Sebastião do Alto, Três Rios, Cordeiro, Carmo, Macuco e Cantagalo.

A quantidade de mortos também subiu, de acordo com a Polícia Civil. No total são 817 óbitos na região. Nova Friburgo é a cidade com mais mortos: 395. Também registraram óbitos Teresópolis (329), Petrópolis (67), Sumidouro (21), São Jose do Vale do Rio Preto (4) e Bom Jardim (1).

A tragédia que atinge o Rio de Janeiro também deixou centenas de desaparecidos. Ao menos 513 pessoas ainda não foram encontradas, segundo o PIV (Programa de Identificação de Vítimas) do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

SERVIÇOS BÁSICOS

Quase duas semanas depois da tragédia provocada pelas chuvas na região serrana do Rio, moradores das áreas atingidas, como Teresópolis, ainda sofrem com a falta de serviços básicos como água, energia elétrica e telefone.

Várias reclamações foram feitas diretamente ao prefeito de Teresópolis, Jorge Mário Sedlacek, e a seu secretariado numa reunião na sede da prefeitura, nesta segunda-feira.

O encontro tinha intenção de apresentar, a lideranças comunitárias, as providências que o município adotou para socorrer as vítimas e o que fará para reconstruir a cidade. Acabou se tornando numa arena de lamentações. Vários disseram estar sem luz, água e telefone e houve até quem questionasse o laudo de risco de sua residência.

Em Nova Friburgo, após vistoria da Defesa Civil, casas localizadas em área de risco começaram a ser demolidas nesta segunda-feira. De acordo com a prefeitura, os trabalhos iniciaram pelo bairro Alto do Floresta.

Fonte:Folha


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!