Vereadores aprovam afastamento de Murilo e vice e instalam CPI em VG

03/03/2011 08:25

Os vereadores de Várzea Grande aprovaram, nesta quarta-feira (2), à noite, por unanimidade, o requerimento para afastar do cargo o prefeito Murilo Domingos (PR) e o vice, Tião da Zaeli, por 180 dias, além de aprovar a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias de corrupção na prefeitura da cidade industrial.
 
O pedido de afastamento e CPI foi do vereador Hilton Gusmão (PV). Murilo – que está de licença médica – e Zaeli devem ser afastados dos cargos oficialmente após publicação do ato em Diário Oficial, o que deve acontecer até sexta-feira. Depois disso, deve assumir o cargo o presidente do Poder Legislativo, João Madureira (PSC). O vice-presidente da mesa diretora, Maninho de Barros (DEM), passará a comandar a Casa de Leis.

A CPI vai investigar as contas de 2009 da prefeitura, que foram reprovadas na câmara ano passado, sob suspeita de desvios de recursos na ordem de R$ 3.5 milhões – que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinou a devolução por parte do prefeito. O TCE também apontou cerca de 70 irregularidades insanáveis.
 
Durante a sessão, o vereador Charles Caetano (PR) anunciou que estava deixando de ser líder do prefeito naquele momento. Depois da aprovação do afastamento dos gestores e da CPI, moradores de Várzea Grande saíram às ruas, com um “buzinasso”. Varzea-grandenses com motos, carros e foguetes comemoraram a “CPI do Murilo".

Fonte:Olhar Direto


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!