A Empaer está na contramão do desenvolvimento, diz Zeca Viana

09/11/2011 08:25
 

Para ocoordenador-geral da Frente Parlamentar da Agropecuária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Zeca Viana (PDT), a atual estrutura técnica da Empresa de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural de Mato Grosso (Empaer/MT) demonstra um descompasso com a realidade produtiva do estado.

“A Empaer está andando na contramão do desenvolvimento rural. Ao passo que se aumenta o número de pequenos produtores rurais no estado, o órgão reduz seu quadro de funcionários”, analisou Viana. A declaração foi feita durante a reunião da Frente Parlamentar da Agropecuária, que aconteceu nesta terça-feira (08), na Assembleia Legislativa.

O deputado criticou veemente o fato do quadro técnico do órgão ser composto por cargos comissionados. “Para que a Empaer de Mato Grosso possa prestar um serviço eficaz e sério é preciso acabar com os cargos políticos e colocar técnicos capacitados para prestar o serviço de assistência técnica rural às mais de 141 mil famílias que vivem da agricultura familiar em Mato Grosso hoje”, defendeu o deputado.

A reunião desta terça-feira foi convocada para se debater o projeto de reestruturação da Empaer, que já tramita no Poder Executivo e, em breve, será enviado à Assembleia Legislativa. Na ocasião, o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), da Empaer, Almir de Souza Ferro, fez um diagnóstico da Empaer de Mato Grosso.

Atualmente o quadro funcional do órgão é composto por 570 funcionários, sendo 385 efetivos e 185 comissionados. “Contudo, desses 385, 100 já estão em fase de aposentadoria e o restante se aposenta nos próximos cinco anos”, explicou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Empaer, Gilmar Brunetto.

De acordo com Brunetto, o atendimento de extensão rural ideal é de um técnico para cada 100 famílias, isto é, para atender as 141 mil famílias de pequenos agricultores seriam necessários 1.400 extensionistas rurais. Brunetto também defendeu o fim dos cargos comissionados na Empaer. “É preciso acabar com essa politicagem de cargos comissionados dentro da Empaer e fazer concurso público urgente, para que o técnico possa chegar no campo e atuar com eficiência”.

Igualmente, o presidente da Empaer, Enock Alves dos Santos, destacou a falta de efetivo no órgão e disse que há mais de dezesseis anos não se realiza concurso público para a Empaer. “O pessoal técnico e administrativo ingressa por meio de ação e indicação político-partidária”.

Presente à reunião, a deputado Luciane Bezerra disse que a Frente da Agropecuária irá trabalhar pela aprovação do projeto de reestruturação da Empaer. O deputado Zeca Viana ainda ressaltou que o descaso com o órgão é uma prática que vem se arrastando há vários governos.

“É por isso que os servidores da Empaer podem contar com todo o respaldo da Frente Parlamentar da Agropecuária pela reestruturação. Vamos fazer a emendas necessárias e garantir que o trâmite seja rápido aqui na Assembleia”, disse Viana.

Fonte:Soraia Ferreira | Assessoria de Comunicação | Deputado Zeca Viana


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!