Anatel libera venda de chips da Claro, TIM e Oi

03/08/2012 07:37

Escrito:Por Soraia Abreu Pedrozo           Fonte:Do Diário do Grande ABC

 

As operadoras de telefonia celular Claro, TIM e Oi estão autorizadas retomar as vendas de novas linhas e modems a partir de hoje. A Claro era a única impedida em São Paulo e em mais dois Estados.

A TIM estava suspensa em 18 Estados mais o Distrito Federal e, a Oi, em cinco. A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) havia proibido a comercialização de chips e aparelhos de acesso à internet no dia 23.

A decisão superou as expectativas do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que no segundo dia de suspensão estimou que a punição deveria se estender por mais 15 dias, ou seja, levaria mais uma semana para ser revertida. A proibição durou 11 dias.

Ontem à tarde o presidente da Anatel, João Rezende, informou que, após a apreciação dos planos de investimentos que as prestadoras de serviço enviaram à agência, as propostas foram consideradas satisfatórias. Ele avisou que o desempenho das empresas será acompanhado trimestralmente pela Anatel.

Caso não haja evolução positiva nos indicadores, Rezende afirmou que a comercialização pode ser novamente suspensa. “A expansão da base de assinantes deve ser acompanhada por investimentos que permitam a melhoria contínua da qualidade do serviço. As prestadoras devem entregar aos seus clientes tudo aquilo que prometem”, disse.

A Claro informou que levou à agência um plano de ação detalhado, com indicadores de qualidade, projeções de tráfego e investimentos em infraestrutura e tecnologia. “A companhia antecipou o investimento de R$ 6,3 bilhões, que serão aplicados até o fim de 2013 no País, aumento de 34%.”

No documento, a operadora apresentou como irá manter a qualidade na rede, melhorar o atendimento e oferecer a capacidade necessária para atender à demanda durante a Copa do Mundo e a Olimpíada no Brasil.

A Oi, por sua vez, disse que reitera o compromisso com a evolução da qualidade do atendimento dos serviços de telefonia celular no Brasil e “acredita que o investimento de R$ 24 bilhões, previsto para o período de 2012 a 2015, é adequado para atender à demanda planejada de telecomunicações.”

A TIM afirmou que o seu plano prevê a ampliação de 33% da capacidade da rede até o fim do ano e mais de 70% até 2014 em relação a 2011, “bem como redistribuição de investimentos, alocando R$ 451 milhões para os projetos destinados à melhoria da qualidade ainda neste ano”.

As exigências da Anatel concentravam-se em medidas para garantir a qualidade do serviço e das redes de telecomunicações, em especial quanto ao completamento e à interrupção de chamadas e ao atendimento aos usuários. Até 2014, de acordo com a agência, as três prestadoras se comprometeram a investir R$ 20 bilhões para melhorias no serviço.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!