Assassino confesso de estudante diz que a matou por ciúmes; irmão da vítima nega qualquer relação

25/05/2012 11:40

Fonte:Olhar DiretoDa  Autor:Lucas Bólico/ Da Reportagem Local - Julia Munhoz

Foto: Arquivo Pessoal

Assassino confesso de estudante diz que a matou por ciúmes; irmão da vítima nega qualquer relação

O assassinato da estudante Maiana Mariano continua envolto em dúvidas. Paulo Ferreira, assassino confesso da jovem, afirma que tinha um relacionamento amoroso com a vítima e alega tê-la matado por ciúmes.

O depoimento do assassino, no entanto, não convence a família de Maiana. Danilo Mariano Vilela, 20, irmão da estudante diz que a garota não tinha qualquer relacionamento com Ferreira. “Eu conheço a minha irmã muito bem. Ela não se envolveria com uma pessoa desse tipo”, declarou.

Paulo Ferreira confessou o crime à polícia. De acordo com o relato do assassino, no dia do crime, ele encontrou com a garota na rua e ela entrou no carro dele. Ambos seguiram para o local do crime, nas proximidades da Ponte de Ferro.

Ferreira não contou como matou a vítima. A polícia acredita que ela foi asfixiada.

Sete presos

Sete pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (25), acusadas de envolvimento no assassinato da estudante Maiana Mariano, 16 anos, desaparecida desde o dia 21 de dezembro de 2011. Entre os envolvidos presos estão o namorado da adolescente, o empresário Rogério Silva Amorim, 38, e a esposa dele, Calisângela de Morais, 36. Um mandado de prisão ainda está em aberto.

Ossada encontrada

A suposta ossada da jovem acaba de ser encontrada pelos policiais com o auxílio de Paulo Ferreira. O delegado Silas Caldeira, titular da Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) afirmou que o material ainda será encaminhado para o exame de DNA, que confirmará se os restos mortais são mesmo da estudante.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!