Aumento do mínimo afugenta candidatos a prefeito

16/01/2012 07:56

Prefeitos de municípios pequenos já se movimentam para tentar adequar as contas públicas aos reajustes do salário mínimo e do piso nacional dos professores. No norte de Minas, que possui o maior número de municípios do país, a dificuldade de ajustar a folha de pagamento às novas despesas já afugenta eventuais candidatos.

A região é uma das mais pobres do Estado e em vários municípios a prefeitura é a principal empre­ gadora. “O salário mínimo tem impacto geral nas contas. Esse aumento foi um tiro no peito das prefeituras”, observou José Antônio Prates (PTB), prefeito de Salinas.
 


Fonte:Gazeta Digital


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!