Caça da FAB cai e piloto morre em Campo Grande

09/07/2012 09:30

 

Um caça da FAB (Força Aérea Brasileira) caiu em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, por volta das 8h40 deste sábado.

 

FAB/Divulgação

 

O caça Super Tucano, projetado para missões de ataque e treinamento, atinge 590 km/h

Fonte:DA FOLHA.COM
 

Um caça da FAB (Força Aérea Brasileira) caiu em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, na manhã deste sábado.

A aeronave, modelo A-29 Super Tucano, caiu a 10 km do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

O piloto e único ocupante da aeronave, capitão-tenente Bruno de Oliveira Rodrigues, 32, morreu. De acordo com a FAB, o oficial conseguiu se ejetar do caça, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu ainda no local do acidente.

O capitão-tenente era oficial da Marinha do Brasil e realizava, desde o início do ano passado, o curso de Líder de Esquadrilha da Aviação de Caça no Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação da FAB.

A Aeronáutica informou que já iniciou as investigações para apurar a causa do acidente.

De acordo com informações divulgadas pela Embraer na internet, o A-29 é uma aeronave turboélice de ataque leve e treinamento avançado, capaz de voar em velocidade e altitude baixas e é projetada especialmente para ações de contrainsurgência.

OUTRO CASO

Um cadete da FAB morreu no dia 4 de junho ao ser ejetado de uma aeronave T-27 Tucano durante um treinamento em Pirassununga (a 211 km de SP).

A ejeção não programada aconteceu quando a aeronave ainda estava no solo, no início de uma missão de treinamento.

O cadete-aviador André Rodrigues Silva foi socorrido no local, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo especialistas, o assento ejetável da aeronave, da fabricante britânica Martin-Baker, é de um modelo que, quando acionado com o avião parado, não fornece propulsão suficiente para a abertura completa do paraquedas.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!