Chegou a hora de alterar os relógios

20/10/2012 09:47

Mato-grossenses precisam acertar os ponteiros e se preparar para as mudanças biológicas e na rotina, já que o dia começa mais cedo

 

 


Estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Tocantins, iniciam o horário de verão no domingo a partir da meia-noite

Escrito:Por JOANICE DE DEUS                      Fonte:Diário de Cuiabá

O horário de verão 2012/2013 começa a zero hora deste domingo (21). Mas além de ajustar os ponteiros do relógio, os mato-grossenses terão que acertar outro tipo de relógio: o biológico. Uma tarefa complicada para algumas pessoas, especialmente, as que dormem tarde e têm dificuldade para levantar cedo. 

Em sua 42ª edição, o horário de verão vai durar 119 dias, ou seja, 14 a menos que em 2011, que foi de 133 dias e sete a menos que nos anos anteriores, quando alcançou 126 dias. À meia-noite, os relógios deverão ser adiantados em uma hora. 

“Uma vez a alteração sendo brusca, o organismo vai requerer um metabolismo energético mais rápido e isso pode ocasionar alguns desconfortos, não prejudiciais, mas pode provocar sonolência, indisposição física, irritabilidade e retardo alimentar”, informou o médico da Policlínica do Verdão, gastroenterologista Waldemir de Barros e Silva. 

Por isso, a mudança exige cuidados para que não traga efeitos na saúde. “A dica é alimentar-se bem, evitar excesso 

de gordura, ingerir bastante líquido e tentar repousar mais cedo nesse horário de verão”, orientou. O tempo de adaptação varia de acordo com cada organismo, mas em média leva de três a cinco dias. 

Em vigor desde o verão de 1985/1986, o horário de verão ainda causa discordância. “Eu considero ruim porque quando tenho que sair de casa ainda está escuro e é mais perigoso”, disse a serviços gerais Cleodete Ferreira da Silva, 39 anos, que mora no Altos da Boa Vista, em Cuiabá. 

Ela conta que no horário normal precisa acordar às 4h30 para chegar ao seu local de trabalho por volta das 6 horas. “Pego dois ônibus e com a mudança vou ter que levantar às 3h30. A gente dorme menos”, comentou. 

Quem também não enxergar vantagens é o motorista João Salvador de Campos, 53 anos. “De certa forma muda a rotina porque você já está acostumado a almoçar e levantar determinada hora. No horário de verão, você almoça 11 horas e logo depois já está com fome. Eu prefiro o normal”, afirmou. 

Já a vendedora Aline de Jesus Rodrigues, 41 anos, defende. “Eu acho bom. Saio cedo de casa todos os dias e não vejo problema. Agora, minha filha, que estuda pela manhã, não gosta e reclama”, disse. 

O autônomo Juarez Arruda, 55 anos, também diz que gosta do horário de verão e brinca. “Eu volto para casa mais cedo, onde tem uma ‘loura’ me esperando”. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Cemat, o horário de verão 2012/2013 trará redução significativa na demanda de potência no horário de ponta em Mato Grosso: 4,10%, de acordo com a previsão da Cemat. 

Este ano, além dos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, será incluído também o Tocantins, substituindo a Bahia, que ficará de fora.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!