Chuva deixa 25 municípios de MT em situação de alerta, diz Defesa Civil

26/01/2012 10:46

 

Rodovias estaduais estão intransitáveis por causa de atoleiros. Defesa Civil realiza vistoria e avalia danos aos municípios afetados.


 

Ponte MT 222 (Foto: Só Notícias/Cleverton Neves)
Chuva danificou recentemente ponte da MT 222 
(Foto: Só Notícias/Cleverton Neves)
 

Vinte e cinco  cidades do estado estão em situação de alerta por conta das fortes chuvas que atingem Mato Grosso nos últimos dois meses, segundo informações da Defesa Civil. Desde o último domingo (22), uma ponte sobre o rio Fontoura na MT-432 está submersa e a população de Santa Cruz do Xingu, a 994 quilômetros de Cuiabá, está praticamente isolada.

O administrador da prefeitura de Santa Cruz do Xingu, Admir Lopes Ricardo, disse ao G1 que apenas uma das rodovias estaduais que dá acesso à cidade está transitável. “A princípio só temos uma saída, a MT-430 no sentido São José do Xingu é a única que ainda está dando para passar. Mas isso por enquanto, porque aqui está chovendo todos os dias e pode ser que logo já não dê mais para passar”, pontuou.

Nesta segunda-feira (23), fiscais da Defesa Civil estadual iniciaram a vistoria nos municípios afetados pela chuva. A primeira cidade vistoriada, Apiacás, a 1.005 quilômetros da capital, onde a MT-160 foi bloqueada desde que a cabeceira da ponte sobre o Rio Apuí caiu. De acordo com a Defesa Civil, a passagem de veículos deve ser liberada nesta quinta-feira (26). Na mesma região, serão verificadas áreas de risco nos municípios de Nova Monte Verde, Nova Bandeirantes e Paranaíta.

Na sexta-feira (27), a equipe deve se deslocar para a parte nordeste do estado. Serão visitados os municípios de Querência, Ribeirão Cascalheira, Nova Nazaré, Água Boa, Castanheira, Juruena, Cotriguaçu, Vila Rica, Santa Terezinha, Confresa, Porto Alegre do Norte, Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu, Cana Brava do Norte, Alto Boa Vista, São Félix do Araguaia, Serra Nova Dourada, Bom Jesus do Araguaia, Novo Santo Antônio e Gaúcha do Norte. O município de Colniza, que ficou isolado em 2011, também deverá ser vistoriado.

Situação precária
Na última quarta-feira (18), no sudeste do estado, a MT-020, que liga Paranatinga a Canarana, a 411 e 838 quilômetros de Cuiabá, respectivamente, estava intransitável por conta dos atoleiros causados pelas chuvas. Segundo a prefeitura de Paranatinga, dezenas de caminhões ficaram atolados na rodovia.

No final do ano passado, o rio Água Suja, na MT-326, que liga Nova Nazaré ao município de Cocalinho, a 800 e 765 quilômetros da capital, respectivamente, transbordou e cobriu uma ponte impedindo o tráfego pela rodovia. Na época, a prefeita do município de Nova Nazaré, Railda de Fátima Alves, decretou situação de alerta na cidade. “Decretei situação de emergência em virtude das condições que se encontram na nossa região por causa das chuvas. A MT-326 ficou interditada, a ponte estava encoberta pela água”, disse ao G1.
 


Fonte: Do G1 MT


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!