Concurso para a Polícia Federal paga até R$ 13 mil

22/09/2011 07:33
  • Órgão espera autorização do Ministério do Planejamento para publicar edital

  • Reprodução

    Fonte:DO R7

    Um dos concursos mais esperados e concorridos do ano, o da Polícia Federal, aguarda autorização do Ministério do Planejamento - mas concurseiros devem começar a estudar desde já. Afinal, é esperada a criação de 4.174 vagas para os diversos cargos até 2014, sendo 1.024 só para 2011.

    Entre os motivos que fazem desta seleção uma das mais desejadas está o salário. O subsídio inicial é de R$ 13.368 para os cargos de delegado de Polícia Federal e perito criminal federal, e de R$ 7.514 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista. 

    A quantidade de oportunidades previstas para os próximos anos também é um diferencial animador: a Polícia Federal necessita de 4.174 servidores para repor aposentados e reforçar os quadros até 2014. No Ministério do Planejamento já existe um pedido – a ser aprovado até dezembro – para liberação de concurso para 396 agentes, 116 papiloscopistas, 150 delegados e 362 escrivães.
     
    Recentemente, o coordenador de recursos humanos da Polícia Federal, Jorgeval Silva Costa, admitiu preocupação com a reposição de servidores, tendo em vista que o processo de seleção leva entre seis e dez meses, além do curso de formação dos aprovados. Ele também alertou para o limite de capacidade da Academia que só pode formar 1.100 policiais por ano.

    -  Estamos com muitos pedidos de aposentadoria. Desde 2008, 750 policiais solicitaram aposentadoria e contabilizamos que 1.100 estarão aptos a parar nos próximos três anos.

    Os grandes eventos como a Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas também vão demandar muitos servidores e a Polícia Federal está fazendo um estudo para definir este quantitativo. Sem contar a substituição de profissionais terceirizados nas áreas administrativas. 

    Começar a estudar agora

    Quem pensa em fazer parte da corporação pode começar os estudos. A preparação para este concurso exige uma dedicação intensa para as disciplinas básicas e específicas e para a prova física, que costuma reprovar muitos candidatos. Por outro lado, não há exigência de altura mínima (como ocorre com concursos das Forças Armadas) nem restrição a brasileiros naturalizados ou candidatos que tenham tatuagem. 

    O primeiro passo, segundo o professor de administração financeira e orçamentária da Gran Cursos, Paulo Lacerda, é o planejamento dos estudos, o que inclui a escolha de um curso preparatório, a implementação de uma grade de estudos e avaliação periódica dos resultados.

    - Depois disso, é hora de resolver provas anteriores da PF e também do Cespe, banca que costuma elaborar as questões.
     
    O professor também recomenda que o concurseiro leia o último edital publicado para a área desejada - para avaliar particularidades como pré-requisitos, lista de disciplinas, pontuação, formas de eliminação, lista de documentos. 

    Detalhes que podem fazer a diferença diante da concorrência, de acordo com Lacerda.

    - Quando se trata de concurso para as áreas policiais, os exames físicos são tão importantes quanto as provas objetiva e discursiva.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!