Consórcio com melhor proposta do VLT de Cuiabá deve atender pedido de desconto do governador

22/05/2012 16:03

Fonte:Olhar Direto        Autor:Victor Cabral

Foto: Reprodução/Ilustração

Consórcio com melhor proposta do VLT de Cuiabá deve atender pedido de desconto do governador

O governador Silval Barbosa (PMDB) só poderá pedir desconto para o Consórcio VLT Cuiabá após apresentação dos documentos para habilitação, marcada para esta quinta-feira (24), conforme publicado no Diário Oficial do Estado. Representante do grupo vencedor já manifestou possível redução de valor.

O governador Silval Barbosa (PMDB) espera que o preço apresentado pelo Consórcio VLT Cuiabá, vencedor da primeira fase do processo licitatório, se ajuste ao montante pré-estabelecido pelo Estado (R$ 1,150 bilhão). “Trabalhamos com possibilidade de que o valor possa ser reajustado. Acredito que vai baixar”. 

O representante da empresa CAF Brasil Indústria e Comércio, Ricardo Sanchez, que faz parte do grupo com melhor proposta, disse, em entrevista para a imprensa no último dia 15, que é possível fazer as obras do VLT com o preço pré-estabelecido pelo Governo de Mato Grosso.

A fase de negociação, quando o governo estadual pedirá ajustes no preço proposto para a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Cuiabá e Várzea Grande, só pode ser iniciada após o prazo de recurso, de cinco dias úteis.

O VLT Cuiabá é formado pela Santa Bárbara, uma das responsáveis pela construção da Arena Pantanal. Fazem parte, ainda, o grupo CR Almeida, localizado em Curitiba; CAF Brasil Indústria e Comércio, de São Paulo; Magna Engenharia, de Porto Alegre; e Astep Engenharia, com sede no Recife.

O Consórcio VLT Cuiabá apresentou, na somatória, a melhor proposta técnica e o menor valor para a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Cuiabá e Várzea Grande. O preço proposto pelo vencedor é de R$ R$ 1 bilhão, 477 milhões, 617 mil, 277 reais e 15 centavos. O resultado da análise foi divulgado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (22).

O consórcio vencedor da licitação vai ter que implantar o VLT no canteiro central nos itinerários CPA-Aeroporto e Coxipó-Centro, percorrendo 22,2 quilômetros. As obras devem ficar prontas no primeiro trimestre de 2014, anunciou Mauricio Guimarães.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!