Correios apresenta proposta com benefícios e abono de R$ 500 para fim da greve

30/09/2011 09:54

Em reunião com o comando da Fentect, nesta quinta-feira (29), o Correios propôs aumento linear de R$ 80 (oitenta reais) a todos empregados, reajuste salarial e dos benefícios em 6,87% e abono imediato de R$ 500. O reajuste representa 9,9% de ganho real no salário base inicial de agente de Correios.

Os Correios propuseram ainda o parcelamento do desconto dos dias parados, na proporção de um dia de greve por mês. A proposta está condicionada à aprovação nas assembléias dos trabalhadores e à assinatura do acordo coletivo 2011/2012.

As reivindicações dos trabalhadores é de reajuste de  7,16%, aumento linear de R$ 400, piso inicial de R$ 1.635 para nível médio (hoje é de R$ 909) e entrega das correspondências apenas no período matutino.

Pagamento — A Justiça dos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais (que concentram metade do efetivo dos Correios), entre outros, indeferiu pedido de liminar dos sindicatos para evitar o desconto dos dias parados dos grevistas. O pagamento será realizado normalmente nesta sexta-feira (30).

Em Mato Grosso a empresa colocou 45 novos atendentes, aprovados no último concurso público, para trabalhar nas 36 agências do Estado, com uma previsão de dobra esse número até o final do ano. O efetivo deve chegar a 531 trabalhadores, contra os 436 atuais.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios, (Sintect), Francisco da Silva Adão, há um déficit de 400 trabalhadores  em Cuiabá e Várzea Grande. Ele diz que a greve atingiu grandes cidades do interior, como Barra do Garças, Rondonópolis, Sinop, Barra do Bugres e Tangará da Serra onde a paralisação atingiu 100% o serviço de distribuição (área operacional). Por outro lado, Cuiabá e Várzea Grande o percentual chega a 70%. Os números apontam que 3 milhões de correspondências estão prejudicadas.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!