Depois de 23 anos mãe e filho se reencontram em Aripuanã

24/04/2012 09:51

Autor:Edson Prates 
Fonte:Top News


Dona Bárbara Maria do Prado, 48, esperou 23 anos para rever seu filho, Charles Luiz do Prado Rodrigues dos Santos, 29. E finalmente aconteceu, na cidade de Aripuanã, no extremo Noroeste de Mato Grosso. Uma história triste, de esperança, mas com final feliz. E com um detalhe: por muito tempo, mas muito tempo mesmo, os dois viveram na mesma cidade.


Tudo começou quando ela se separou do marido, que foi embora na companhia do filho. “A separação aconteceu em Cuiabá, na época eu fui embora para Tangará da Serra, então a partir daí a gente não se viu mais” - conta.
 
"Há um mês eu recebi a ligação de outro filho meu que mora em São Paulo e me passou um número pedindo pra eu ligar. Eu liguei e para minha surpresa era o Charles, então eu peguei o endereço e vim me encontrar com ele. Conclui Bárbara.
 
A mãe relata que durante os anos em que esteve longe do filho vivenciou vários momentos de angústia. “Foi difícil, eu sofri muito, tentei até tirar a minha vida porque não sabia onde ele estava, ele tinha apenas seis anos quando a gente se separou” - conta.
 
Dona Bárbara ainda afirmajá ter morado em Aripuanã, mas que apesar disso, nunca imaginou que Charles estive na mesma cidade. “Há 17 anos eu morei em Aripuanã, mas nunca imaginei que meu filho estivesse aqui. Fiquei muito surpresa quando fiquei sabendo que ele estava morando nesta cidade” assegura.
 
Sem conter a alegria explícita no rosto, Charles explica detalhes do encontro com a mãe. “Foi um momento especial na minha vida e gerou uma expectativa muito grande, porque como já fazia mais de vinte anos que a gente tinha separado, até cheguei comentar que seria impossível minha vida ficar melhor que o ano passado, mas Deus sempre tem uma surpresa melhor pra gente e esse ano eu consegui o contato com ela” esclarece.
 
Charles relata ainda  como foi passar toda infância sem receber o carinho da mãe e ainda diz que já tinha perdido a esperança de reencontrá-la. “Quando minha mãe foi embora eu contava os dias para ela voltar, passei um ano contando sem perder a esperança, aí depois desse tempo eu pensei, vai ver que ela foi embora mesmo e já tem outra família. A convivência longe dela foi muito difícil pra mim, principalmente quando chegava um dia comemorativo e as famílias se reuniam”.
 
Depois de muito sofrimento e bastante tempo longe um do outro, agora mãe e filho curtem cada minuto juntos. Dona Bárbara inclusive, confirmou que pretende mudar para Aripuanã para morar ao lado de Charles.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!