Destroços de avião são encontrados em mata fechada de Mato Grosso

23/01/2012 16:10

 

Fuselagem foi descoberta por catadores de castanha, em Apiacás.

Fonte:G1 MT

Avião foi encontrado por catadores de castanha em Mato Grosso (Foto: Divulgação / Polícia Militar)

Avião foi encontrado por catadores de castanha em Mato Grosso (Foto: Divulgação / Polícia Militar)

Destroços de uma aeronave de pequeno porte foram localizados na tarde de sábado (21) em meio a uma região de mata fechada em Apiacás, a 1.005 quilômetros de Cuiabá, no norte do estado. Os restos já enferrujados estavam em uma área distante a aproximadamente 80 quilômetros do centro da cidade. Catadores de castanha que trabalhavam na região foram os primeiros a avistar o avião. De acordo com a Polícia Militar, não foi possível confirmar o prefixo e a numeração da aeronave, em função da ação do tempo. O caso será investigado, mas acredita-se que a queda tenha ocorrido há mais de uma década.

Conforme explica o comandante da polícia na cidade, 2º sargento Sebastião Justino de Oliveira, a primeira hipótese levantada era que a aeronave poderia ser de um homem que desapareceu na região ainda na década de 80. No entanto, foi descartada pelos familiares da vítima. "Os catadores de castanha se depararam com a fuselagem da aeronave. Ela poderia ser de uma vítima que há 26 anos tinha caído na região. Mas a família viu que não era o avião pilotado pelo homem. Agora, temos que saber a origem deste avião", declarou o oficial, aoG1.

Queda de aeronave será investigada em Mato Grosso (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
Queda de aeronave em mata será investigada 
(Foto: Divulgação / Polícia Militar)

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) deve ser acionado para acompanhar o caso. Além dos destroços da aeronave, uma arma enferrujada também foi encontrada pelos catadores. Conforme a Polícia Militar, parte da fuselagem 'afundou' na terra.  Segundo explica ainda o comandante da PM, o peso do material também impediu que os destroços foram retirados do chão.

De acordo com gerente-regional da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) em Alta Floresta, Valdecir da Costa Lage, as condições da aeronave indicam que a queda ocorreu há tempos, mas não é possível estimar o tempo exato da ocorrência. Exames serão realizados e devem contribuir com a perícia.

"Temos que tentar localizar qualquer vestígio que possa localizar se há alguma vítima, se no local poderá ser realizado exame de DNA ou a identificação. Faremos todos os levantamentos", reforçou Lage, em entrevista aoG1.

Acidente
Este mês, a queda de um avião provocou a morte de três pessoas em Mato Grosso. O piloto, copiloto e um passageiro estavam na aeronave que caiu em uma fazenda próximo a Cáceres, distante 250 quilômetros de Cuiabá, no dia 14. Entre as vítimas estava o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Antônio Carlos Lopes do Amaral, de 57 anos. Ele seguia de Pontes e Lacerda, a 483 km da capital, para Cuiabá.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!