Dívidas ameaçam 1,2 mil produtores rurais

15/08/2012 08:16

 

Escrito:PorFabiana Reis,                        Fonte:GD

Dívidas com bancos ameaça cerca de 1,2 mil produtores rurais a deixarem a atividade em Mato Grosso. Para que a situação não se confirme, representantes de entidades do setor produtivo e parlamentares se reuniram com o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, João Rabelo Júnior, no início deste mês para tentar alternativas de renegociação com as instituições financeiras.

As negociações estão sendo intermediadas pelo presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Homero Pereira (PSD-MT). No grupo de devedores estão produtores de médio e pequeno portes (maioria) que contraíram dívidas entre 2004 e 2005 por meio dos programas Moderinfra, Finame e Moderfrota. Caso não quitem as pendências, os agricultores correm o risco de perder as propriedades para os agentes financeiros.

“Não podemos perder esses produtores. São famílias que sofreram redução no seu poder aquisitivo em razão dos acontecimentos econômicos e climáticos. Com apoio, elas poderão continuar empreendendo e conseguirão saldar suas dívidas”, defende Homero Pereira. Presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja Brasil), Glauber Silveira, afirma que a dificuldade é negociar a cobrança do Imposto de Renda que incide sobre o valor da dívida. “Queremos que o governo flexibilize e abra mão do valor que está sendo cobrado, que é elevado. Não é justo o governo ter lucro sobre o endividamento”.

Na ocasião o secretário João Rabelo solicitou que fossem protocoladas informações acerca da situação desses produtores e se comprometeu a intervir junto às financeiras para que abram negociação com os fazendeiros. O Ministério da Fazenda informou, via assessoria de imprensa, que recebeu a demanda e que será marcada uma nova reunião entre os setores para tratar do assunto, porém ainda não há data.

Mato Grosso é o maior produtor de grãos do país. Na safra 2012/2013 a previsão é que sejam colhidas 40,223 milhões de toneladas, cultivadas em 10,950 milhões de hectares.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!