Divisão do Pará criaria um Estado verde e dois desmatados

05/12/2011 08:33

Fonte:Uol Notícias

Caso a população apoie a divisão do Pará no plebiscito de 11 de dezembro, podem surgir um Estado verde e dois desmatados. Enquanto o Estado do Carajás e o Pará remanescente terão grande parte de sua área desmatada, Tapajós terá a maior porção de seu território intocada.

Segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o Pará é o Estado campeão em desmatamento em números absolutos: dos 1.247.743 km² de território do Pará, 248.548 km² foram desmatados, o que representa 19,9% do total.

O Estado também lidera o ranking de desmatamento entre 2009 e 2010, com 3.342 km² devastados em um ano –quatro vezes mais do que o segundo colocado, o Mato Grosso, onde 779 km² foram desmatados.

Se virar Estado, Carajás será o mais devastado de toda a Amazônia, proporcionalmente: dos 296.664 km² do novo Estado, 127.251 km², ou 42,9%, foram desmatados. Atualmente, o Estado mais desmatado em números relativos é Rondônia (35,5% de área devastada).

Descontadas as áreas protegidas –terras indígenas, unidades de conservação, entre outras–, que abrigam 108.036 km² de Carajás, o desmatamento atingiria 67,6% da área do novo Estado. Além disso, dos 20 municípios que mais desmataram na história do Brasil, nove estão no que seria o futuro Estado de Carajás.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!