DNIT reativa lombadas eletrônicas em Mato Grosso

05/12/2011 09:08
Fonte: Só Notícias/Alex Fama

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) de Mato Grosso iniciou a reativação dos equipamentos de controle eletrônico de velocidade (radar, lombada eletrônica) no Estado. Os trabalhos se iniciaram por cidades menores "cortadas" por rodovias federais, como é o exemplo de Alto Araguaia. A BR-364 passa por dentro deste município, que fica na divida de Mato Grosso com Goiás.

De acordo com a assessoria da superintendência estadual, estes equipamentos serão instalados preferencialmente nestas cidades. O controle eletrônico de velocidade ficarão na entrada e/ou saída do município pouco antes do perímetro urbano. A medida é uma forma de alertar os condutores a reduzirem a velocidade devido ao maior movimento de pessoas.

Barra do Garças deve ser uma das próximas a ter instalação do equipamento. Cuiabá e Várzea Grande também devem ter. A projeção é de ter em funcionamento, até o final de 2015, 221 aparelhos espalhados pelas rodovias federais que cortam Mato Grosso. Atualmente, nenhum equipamento eletrônico com esta finalidade está em funcionamento no território estadual.

Conforme Só Notícias já informou, o coordenador geral de Operações Rodoviárias do Dnit, Luiz Cláudio Varejão, por meio da assessoria, ressaltou que o cronograma do programa prevê que, até o final deste ano, 1.854 equipamentos estejam em funcionamento em todo o país. Para isso, o Dnit dispõe de R$ 50,3 milhões. Em 2012, mais 373 serão instalados, chegando ao total de 2.227 controladores, com investimento anual previsto de R$ 150,8 milhões.

Para 2013 o investimento previsto é de R$ 189,5 milhões, com a implantação de mais 469 equipamentos, chegando ao número de 2.696 radares fixos, lombadas e controladores de avanço de sinal vermelho previstos no projeto. Nos dois anos seguintes (2014 e 2015), com todos os equipamentos funcionando, o governo federal investirá R$ 191,3 milhões por ano de manutenção do projeto. O total de R$ 773,4 milhões nos cinco anos de contrato para operação do sistema está previsto no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O Programa Nacional de Controle Eletrônico de Velocidade (PNCV) é composto por três tipo de equipamentos: barreira eletrônica (mais conhecido como "lombada eletrônica", o equipamento mede a velocidade do veículo, que no ponto onde ele estiver instalado deve reduzir a velocidade até o máximo permitido); avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa (com sensores no chão, o equipamento flagra o motorista que avançar o sinal vermelho ou parar sobre a faixa de pedestres); radar fixo (equipamento que flagra a velocidade do carro trafegando pela pista).


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!