Em Primavera, ex-prefeito e PT esperam indefinições do 'Mato Grosso Muito Mais'

29/06/2012 07:22

Autor:Especial para Olhar Direto - Jonas da Silva       Fonte:Olhar Direto

 

Foto: Reprodução

Em Primavera, ex-prefeito e PT esperam indefinições do 'Mato Grosso Muito Mais'

O ex-prefeito de Primavera do Leste, Érico Piana (DEM) e o PT, que escolheu candidatura própria nesta eleição, aguardam as indefinições do grupo político Movimento Mato Grosso Muito Mais e outros partidos para saberem quem serão os adversários na disputa eleitoral no município. 

O ex-vereador e advogado Toninho Nogueira (PSB) afirma que havia a possibilidade de uma "terceira via" na cidade, com PP, PSB, PT e o PPS. Mas a tese já foi abandonada. 

"PP e PSB, ao que parece, desistiram da articulação para viabilizar a chamada 'terceira via', que seria encabeçada pelo empresário e ex-vice-prefeito Valmir de Souza (PP) e pelo meu nome". 

O ex-prefeito Érico Piana (DEM), concorre com aliança do PSD, do deputado estadual Luizinho Magalhães, que deve indicar o vice, na opinião de Toninho. Érico terá composição também com o PTB, onde ele iniciou carreira política e se elegeu duas vezes prefeito pela cidade.

O quadro já mudou até mesmo para os que tinham se lançado na conquista do voto há pouco tempo, como o PDT, que havia posto o nome do empresário rural Divadir de Pieri. Entretanto, o presidente pedetista no Estado, deputado estadual Zeca Viana, informou nesta quinta-feira ao Olhar Direto que "Divadir está com problema de saúde". 

Ele esclarece que os pedetistas vão junto para a sucessão do seu irmão, Getúlio Viana (PR), com o apoio de PMDB, PR, PV, PPS e PP. A única exceção é o PSB, que está indefinido. Há dois dias, ele havia mencionado que o grupo teria certeza de que entre dois nomes, um do PDT e outro do PMDB, indicariam o prefeito e vice na chapa majoritária.

Mas Viana não vê empecilho para o Movimento Mato Grosso Muito Mais seguir consolidado no município.

"Lá, acredito que não vai ter problema. A união do movimento, sem dúvida, pode ser a diferença para a vitória".

Toninho comenta que os irmãos Viana "batem" cabeça. "Getúlio Viana busca a todo custo 'escalar' o algodoeiro Canisio Froelich (PMDB), que, entretanto, resiste". Ele cita ainda que o médico e atual vice-prefeito Paulo Bersch (PMDB), que ocupava até poucos dias atrás o posto, durante o afastamento de Getúlio, tenta construir candidatura, embora saiba que não tem o apoio do prefeito. 

Terceira via

O ex-vereador e advogado ainda comenta tendência de outros partidos. Ele confirma que o PT preferiu articular candidatura própria. E, no caso do PPS, o partido afastou-se das conversações, "por imposição da executiva regional do partido, que quer a legenda ao lado do PDT de Zeca Viana". 

Na opinião dele, a definição de rumo dos paritdos e das siglas do Movimento Mato Grosso Muito Mais ficará mesmo para o próximo sábado, último dia para partidos escolherem em convenção candidatos a prefeito, vice, indicar alianças e definirem candidatos a vereador. 

O movimento foi criado para dar sustentação política à candidatura do empresário Mauro Mendes ao governo do Estado, quando perdeu a eleição em 2010 para o governador Silval Barbosa (PMDB).

Primavera do Leste está entre os 10 maiores eleitorados de Mato Grosso, com 37.893 eleitores.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!