Escrivã se passa por cliente para prender comerciante

20/09/2012 09:00

 

R.A.M. ameaçou a ex-mulher, que denunciou o caso à policia

 

Divulgação

Clique para ampliar 

Ex-mulher do suspeito foi ameaçada por ele e procurou a polícia

Fonte:Mida News


 

Para prender o empresário R.A.M., acusado de lesão corporal contra a própria esposa, uma policial da Delegacia da Defesa da Mulher teve que se passar por cliente da loja de animais do empresário, no bairro Verdão, em Cuiabá.

O empresário estava com a prisão preventiva decretada pela Comarca de Cuiabá por crime de violência doméstica, a chamada “Lei Maria da Penha”. Ele é suspeito de ameaçar a ex-esposa, que procurou a Polícia.

Ao saber que seria preso, há cerca de um mês, ele passou a se esconder da polícia, passando vários dias fora da cidade. Após quase um mês de buscas, equipe de investigadores da Delegacia da Mulher conseguiu encontrar o procurado depois de entrar em contato simulando estar em busca de um animal doméstico.

Na semana passada, os policiais descobriram que ele havia retornado para Cuiabá e, para não desconfiar, pois os policiais já conheciam as características físicas dos policiais, uma escrivã se passou por cliente interessada na compra de um cãozinho. Ao atender a escrivã, os policiais se aproximaram e o prenderam.

O comerciante foi encaminhado para uma unidade prisional da Grande Cuiabá.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!