Estado demorou para se reunir com produtores, critica Viana

07/03/2012 06:35

Autor:Julia Munhoz - Fonte:Ohar Direto

 

Foto: ReproduçãoEstado demorou para se reunir com produtores, critica Viana

O deputado estadual Zeca Viana (PDT) avalia que o embate entre o setor produtivo e o governo estaudal, referente ao acréscimo da carga tributária à classe agropecuária, poderia ter sido evitado se o Poder Executivo tivesse estabelecido um melhor diálogo com a classe. A análise foi feita após reunião entre líderes ruralistas e o governador Silval Barbosa. 

“Faltou proximidade para evitar medidas equivocadas por parte do governo e sobrou morosidade nas negociações. O governo precisa arrecadar e os produtores devem pagar, mas a coberta dos produtores já está curta”, criticou o parlamentar, que coordena a Frente Parlamentar da Agropecuária, na Assembleia Legislativa. 

Foram mais de três meses de conversações entre os produtores e o governo para a revogação de mais de dez decretos e portarias publicadas em novembro de 2011 — chamado de “Pacotão Tributário” — cujo impacto financeiro seria de mais de R$ 1 bilhão aos produtores de Mato Grosso. Tempo considerado insuficiente do ponto de vista do deputado pedetista. 

Durante a reunião com o governador Silval Barbosa (PMDB), realizada na tarde de segunda-feira (6), o deputado chegou a ameaçar entrar com um mandado de segurança contra o Governo do Estado.
 
“Não sou contra o governo, apenas estou a favor do desenvolvimento do Estado, que não tem como crescer penalizando aqueles que mais contribuem para a economia”, disse Viana.

Após alguns imbróglios e publicações com conteúdos errados de portarias e decretos, os impostos foram revogados em publicação no Diário Oficial do Estado, datado do dia 29 de fevereiro, segundo informações da assessoria de imprensa do parlamentar. 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!