Gefron registra atuação em 353 ocorrências na fronteira Oeste de MT em 2011

30/12/2011 07:24

Para coibir a utilização indevida dos 983 quilômetros de fronteira seca e alagada que separa o Brasil da Bolívia, da entrada de produtos que fomentam o tráfico de drogas no País, Mato Grosso conta com a força do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron). O trabalho diário dos policiais do Gefron permitiu que em 2011, drogas, armas, munições, carros roubados e outros materiais fossem impedidos de cruzarem a fronteira dos dois países.

 De Janeiro a Novembro de 2011, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) registrou 353 ocorrências. Entre os crimes estão contrabando e descaminho bens e valores, veículos recuperados, invasão de propriedades e tráfico de drogas e armas. Segundo o Gefron, em 11 meses, 104 armas e 1.741 munições foram tiradas de circulação na região.  

Um exemplo da atividade corriqueira foi à apreensão feita nesta segunda-feira (26.12), pelos policiais de uma pistola ponto 40, com dois carregadores municiados com 30 munições. A arma estava em um veículo ocupado por quatro pessoas que trafegavam próximo da fazenda Moinho, no assentamento Novo Fortuna, em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a Oeste).

Além da arma, os policiais localizaram ainda U$$ 161 mil dólares escondidos no console do banco do carro.  Além de armas e munições, o Gefron apreendeu mais de 149 quilos de entorpecentes durante o ano. As drogas são encontradas nas mais diversas formas, sempre sob a responsabilidade de uma "mula", nome dado a pessoa usada por traficantes para transportar a droga até o seu destino final. Ainda em 2011, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira apreendeu a quantia de R$ 113.445,00 , U$ 320.115,00 e mais de 1 mil pesos bolivianos.

Fonte:24 Horas News

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!