Governo de MT busca na China investimentos para infraestrutura para escomento de grãos

31/10/2011 12:58
     

Postado em: 31/10/2011 11:38:52

Com o objetivo de buscar novos investidores para Mato Grosso, o secretário extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, irá à China para representar o Governo do Estado no evento ‘6th CIOC- China Internacional Oilseed Conference’. Além da conferência, entre os dias 7 e 16 de novembro o secretário irá visitar empresários na China, Coréia e Malásia, interessados em investir em infraestrutura para o escoamento da produção de grãos em Mato Grosso.

A conferência Chinesa sobre óleos e oleaginosas realizada anualmente oferece uma plataforma de alto nível de troca de informações para os maiores produtores de grãos do mundo. A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) irá ao evento para representar o setor produtivo de Mato Grosso no evento realizado em Guangzhou, China.

De acordo com Vuolo, a presença do Governo em um evento mundial como este, abre oportunidades de estreitar relações com os três países asiáticos, que dominam tecnologias e mais rápidas e baratas para construção de estradas, ferrovias e portos. Conforme o secretário, este momento é propício para se firmar Parcerias Público Privadas para logística de escoamento de grãos.

O secretário enfatiza que o governo, presente na conferência, vai abrir um leque de negociações. O contato com empresas estrangeiras interessadas em investir em território brasileiro vai oportunizar que Mato Grosso procure soluções os portos, um dos maiores gargalos do escoamento de grãos, segundo Vuolo.

“Quem de fato investe é quem produz. A China, por exemplo, é um dos maiores importadores de grãos do Estado e tem interesse que nossa produção seja escoada de forma eficaz. Precisamos de investimento em Portos. Já fizemos contatos com Coreanos e eles têm interesse em investir. Essa viagem à China vai abrir novas fronteiras e garantir investidores para proporcionar o escoamento da produção”, afirmou Vuolo.

O secretário também lembra que a Malásia é um dos maiores produtores de óleo de palma,e por terem um clima semelhante a Mato Grosso, já demonstraram interesse em investir na África e Brasil. “ é importante a presença no governo neste processo de aproximação”, afirmou.

Fonte:SECOM/MT

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!