Implantado o Programa Rede Cegonha em Primavera

19/04/2012 08:33

 

Objetivos do Milênio levaram a criação do Programa Nacional para atingir a 5ª meta

 

 

Fonte:Clique F5 Autor:Janine de Oliceira
 

Programa Rede Cegonha foi implantado na quarta-feira (18), em Primavera do Leste.
Lançado em março do ano passado o programa pretende reduzir a mortalidade neonatal e materna para que o país possa atingir a 5ª meta dos Objetivos do Milênio. 
Conforme a coordenadora da Atenção Básica da Secretaria de Saúde, Francisca Rosa de Oliveira, “hoje após essa palestra será feito a planificação do projeto de implantação. Não teremos a Casa da Gestante, pois esse é em município sede da Coordenadoria Regional de Saúde, que em nosso caso é em Rondonópolis. Já são feitas na Saúde Pública de Primavera muitas das ações do Rede Cegonha, mas a adequação para aderir ao programa garantirá as gestantes mais benefícios, como alguns kits para cuidado com o bebê, auxílio deslocamento, tudo isso condicionado ao acompanhamento do pré-natal anterior a 12ª semana” - conta.
De acordo com a enfermeira do escritório regional de Rondonópolis, Francília Rodrigues, durante a implementação do programa o município precisa levar em conta a sua realidade, como o número de habitantes, através de dados oficiais, “é importante cuidar também de alguns aspectos jurídicos do Programa para conseguir a liberação de recursos do Ministério da Saúde para o Rede Cegonha” - explica.
Participaram da reunião técnicos que ficarão responsáveis por acompanhar o Programa.
A partir de agora as gestantes que fazem o acompanhamento da gravidez pelo Sistema Único de Saúde, que estiverem cadastradas no SIS Pré-Natal poderão receber R$ 50, de auxílio deslocamento que é liberado em duas parcelas, na 16ª e 30ª semana gestacional. “Esse valor nós consideramos pouco, mas durante o projeto piloto do Programa foi percebido que as mães não faziam todo o acompanhamento e faltavam nas reuniões por falta de dinheiro para chegar até as Unidades. É pouco, mais para quem precisa é um estímulo para seguir com o acompanhamento pré-natal” - disse Francília.
O Programa também prevê a disponibilização de leitos para as gestantes, conforme o índice populacional, Primavera do Leste, tem cerca de 15 leitos na rede pública para serem usados exclusivamente para o parto.
Além disso, com o Rede Cegonha as mães poderão contar com mais exames, afora aqueles que são oferecidos pelo SUS.
Primavera não terá Casa da Gestante, mas as futuras mamães podem participar do Grupo Conviver, onde aprendem cuidados com o recém nascido, participam de palestras e podem confeccionar o enxoval do bebê.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!