Investigadora e empresário dão apoio para quadrilha de assalto a banco e acabam presos com mais cinco em MT

16/11/2011 15:48
Fonte:Olhar Direto
Foto: J.Siqueira / JNewsInvestigadora e empresário dão apoio para quadrilha de assalto a banco e acabam presos com mais cinco em MT

Investigadora da Polícia Civil e empresário foram presos por ajudar a quadrilha que assaltou a agência do Banco do Brasil em Santo Antônio do Leste (379 km a Leste de Cuiabá). Além deles, mais cinco integrantes do bando também foram autuados em flagrante por roubo qualificado em concurso de pessoa, uso de arma de fogo e restrição de liberdade da vítima, formação de quadrilha armada e tráfico de drogas.

O assalto ocorreu na sexta-feira (11) ao estilo Novo Cangaço deixando a população do município apavorada. A investigação foi realizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e resultou na prisão de sete pessoas na região de Primavera do Leste (231 km a Leste), na madrugada de segunda-feira (14).

Além da investigadora Silvana Cristina da Silva Barbosa, o marido dela João Batista Vieira dos Santos também participou da ação. A quadrilha buscou o apoio da policial para realizar o transporte do bando no veículo dela, evitando assim qualquer checagem em alguma barreira.

A esposa de um dos suspeitos também foi presa: Kawara Jasmine Marques Araujo. O marido dela é conhecido apenas por “Diego”. O empresário Rafael Barros é dono do hotel Recanto, em Primavera do Leste, onde o bando ficou hospedado. O local também foi escolhido de forma estratégica pelos assaltantes, já que o empreendimento fica em um ponto privilegiado da cidade, com visibilidade para as saídas de viaturas policiais.

A delegada Ana Cristina Feldner conduziu a lavratura do flagrante em Primavera do leste e, segundo ela, os presos estavam agindo como auxiliares no resgate da quadrilha que atacou a agência, propiciando a saída do bando de forma segura da região.

“Tem outras pessoas envolvidas e ainda estamos na perseguição dos executores do assalto. Temos certeza que eles ainda continuam na mata. As equipes operacionais foram reforçadas para localizá-los”, disse a delegada, por meio da assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Um dos integrantes da quadrilha já esteve envolvido em outro assalto no Estado. Ele teria participado do assalto ao Banco do Brasil em Tabaporã (643 km ao Médio Norte de Cuiabá), no ano de 2009. A quadrilha também seria a mesma que assaltou a agência do Banco do Brasil, na cidade de Poxoréu (251 km ao Sul de Cuiabá), no dia 12 de julho de 2011.

De acordo com a investigação, o dinheiro adquiridos nos roubos seriam aplicados no tráfico de drogas, por isso, a Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) participou desde o começo na operação de buscas nas residências dos acusados. Na casa de Kawara, no Residencial Jonas Pinheiro, em Cuiabá, os policiais da DRE apreenderam 10 quilos de maconha, escondidos em seu quarto.

A DRE estava há um mês acompanhando em campo os principais alvos da quadrilha, na prática do tráfico de drogas, quando reforçou as informações do GCCO, com relação a atividade criminosa do grupo.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!