Justiça Federal suspende mais uma vez obra do VLT

20/09/2012 08:55

 

Juiz Marllon Sousa derrura decisão de Julier Sebastião, a pedido do MPE e MPF

 

Divulgação

Clique para ampliar 

Obra do VLT em Cuiabá e Várzea Grande volta a se tornar uma polêmica

Fonte:Mídia News
 

A Justiça Federal determinou, mais uma vez, a paralisação da obra do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), o modal de transporte coletivo urbano de Cuiabá e Várzea Grande para a Copa do Mundo. 

A informação é do site UOL Esportes. O contrato para construção do trem urbano foi anulado por uma nova decisão judicial, tomada na terça-feira (18), pelo juiz federal Marllon Sousa.

A obra está orçada em R$ 1,47 bilhão e é bancada pelo Governo do Mato Grosso, com empréstimos da Caixa Econômica Federal e do BNDES (Bando Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). 

Em agosto, o UOL Esporte revelou que a obra foi contratada por meio de uma licitação suspeita.

O juiz federal Marllon Sousa analisou a ação civil pública e determinou, por meio de liminar, a paralisação da obras.

Em seguida, o juiz federal Julier Sebastião da Silva derrubou a liminar.

Os Ministérios Públicos Estadual e Federal recorreram da decisão do Julier. O juiz Marllon voltou de férias e, após analisar o recurso.

Na terça-feira (19), ele tornou válida novamente a decisão que havia tomado no início de agosto e mandou parar a obra mais uma vez.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!