Ministério inclui Jaciara e Juscimeira no mundial 2014

11/01/2012 08:20

Fonte:24 Horas News

Com o objetivo de incentivar o visitante a conhecer os atrativos localizados no entorno das cidades-sede dos jogos da Copa, aumentando o fluxo turístico, a distribuição de renda e a geração de emprego, o Ministério do Turismo (MTur) definiu os produtos e destinos turísticos próximos às 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Em Mato Grosso foram definidos Cuiabá, Cáceres, Poconé, Barão de Melgaço, Chapada dos Guimarães, Campo Verde, Jaciara, Juscimeira, Nobres e Alta Floresta. Os municípios selecionados terão preferência na destinação de recursos e no destaque da promoção oficial. Ao todo serão 88 produtos e 184 destinos brasileiros em municípios distantes até três horas (via terrestre) ou até duas horas (via aérea) dos palcos do Mundial.

Para a secretária de Desenvolvimento do Turismo de Mato Grosso, Teté Bezerra, a missão no Estado é transformar os atrativos naturais em produto turístico. Ela cita o município de Nobres (146 km a Médio-Norte de Cuiabá), que foi constatado 57 atrativos naturais que podem ser transformados em produtos, por meio do trabalho de consultoria de Formatação do Produto Turístico.

A segunda missão é a questão da regularização fundiária e as licenças ambientais da comunidade de Bom Jardim, também localizada em Nobres. O trabalho foi apresentado para entidades representativas do mercado para agirem como multiplicares da iniciativa. Um total de 600 mil estrangeiros e três milhões de brasileiros deverão circular pelo Brasil no mês da Copa. Pela estimativa oficial, o País vai totalizar 7,8 milhões de viagens domésticas no período.

"Nossos estudos indicam que cada estrangeiro realizará uma média de três viagens pelo Brasil durante o mês da Copa. Traçamos uma estratégia para intensificar o fluxo de deslocamentos, beneficiando o maior número de municípios e distribuindo melhor a geração de emprego e renda", diz o ministro do Turismo, Gastão Vieira. O estudo começou há três meses, quando técnicos do MTur e do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) promoveram uma oficina de trabalho para definir a matriz de seleção dos destinos e produtos.

Dos 88 produtos selecionados, 72 localizam-se num raio de 300 quilômetros das cidades-sede. Além do segmento sol e praia, a lista engloba: ecoturismo, aventura, esporte, cultura, negócios, eventos e gastronomia. Entre campanhas e convênios, o ministério investiu R$ 151 milhões em 2011. “Vamos ampliar o ganho do Brasil com o megaevento de 2014. Queremos receber bem os turistas, apresentar nossos atrativos turísticos e incentivá-los a voltar ao País o mais brevemente possível", revelou Gastão Vieira.

O número de 2012 deverá ser muito próximo dos R$ 151 milhões investidos no ano passado. Para a promoção internacional do turismo brasileiro, a expectativa é a de que a Embratur tenha R$ 139 milhões, mesmo valor de 2011.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!