Ministro suspende todas as licitações de obras e serviços

06/07/2011 07:01
  • Setor de transportes do governo Dilma passará por uma devassa e oposição quer CPI

  • Divulgação

    O ministro Alfredo Nascimento, que está no olho do furacão, mas não deve cair

     

    Após denúncias de irregularidades em licitações apontadas em reportagem de VEJA, o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, mandou suspender por trinta dias todos os processos de licitação de obras e serviços de engenharia em curso na pasta.

    Também serão suspensos os aditivos - contratos adicionais - que demandem mais recursos públicos do que o previsto no início do projeto.

    Em nota, o ministro disse que haverá exceções para as construções de caráter "inadiável".

    "Determino cautelarmente a suspensão de todos os procedimentos licitatórios de projetos, obras e serviços de engenharia em curso, bem como de aditivos com impacto financeiro, pelo prazo de trinta dias, ressalvados aqueles que, previamente autorizados pela Secretaria Executiva desta pasta, sejam de caráter inadiável, cuja paralisação possa comprometer a segurança de pessoas e o patrimônio da União", informa a nota.

    O ministro encaminhou um ofício com as informações ao diretor-geral substituto do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), José Sadok de Sá, e ao diretor-presidente interino da Valec, Antônio Felipe Sanchez Costa.

    Fonte:Veja.com


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!