Moradores tentam linchar estuprador

02/09/2012 11:22

Acusado foi flagrado pela mãe da vítima que saiu gritando na rua e sensibilizou a comunidade. Valdeir ainda está internado devido às lesões

 


Esse é o terceiro estupro de vulnerável registrado na região metropolitana este semana

Escrtio:Por STÉFANIE MEDEIROS Fonte:Diário de Cuiabá

Uma menina de oito anos de idade foi estuprada pelo padrasto. O acusado, Valdeir Fabiano Cardoso, de 27 anos, foi pego em flagrante pela mãe da vítima e sofreu uma tentativa de linchamento pó parte de populares da região. 

Quando voltava do trabalho, a mãe da vítima notou que todas as portas da casa, no bairro Alto da Boa Vista, estavam fechadas e as luzes desligadas. Ao entrar, ouviu vozes vindas do quarto. Ela então se aproximou e percebeu que era o marido, mandando a filha dela fazer sexo oral nele. 

Em pânico, ela arrombou a porta e encontrou o os dois nus na cama. Ao ver a mãe, a criança começou imediatamente a chorar e dizer que o padrasto a obrigou a tirar a roupa e que o ato sexual foi consumado. 

A mãe da vítima saiu para a rua gritando por socorro. Os vizinhos e populares que passavam pela região, ao ouvirem e entender o que havia acontecido, revoltaram-se e cercaram Valdeir. 

Em conjunto, eles apedrejaram, espancaram e chutaram o acusado. A tentativa de linchamento foi interrompida com a chegada da Polícia Militar (PM), que não conseguiu capturar, nem identificar os agressores. 

Devido à gravidade dos ferimentos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência encaminhou Valdeir ao Hospital e Pronto-socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC), onde está sob observação médica. 

Em depoimento, a menina relatou que não é a primeira vez que o padrasto a estuprava. Sempre que ele a obrigava a manter relações sexuais, ela conta que sentia muita dor. A criança afirmou que nunca contou à mãe o que o padrasto fazia, pois também era ameaçada. 

O boletim de ocorrência foi registrado no mesmo dia, sexta-feira. O acusado ainda não prestou depoimento, pois se encontra sedado no pronto-socorro, sob observação médica. 

Esse é o terceiro caso de estupro na Capital esta semana. O primeiro aconteceu no domingo. Robson Gonçalves da Silva, também conhecido como “neguinho” ou “Robinho”, foi detido pela PM no bairro Tancredo Neves, acusado de pelo menos três estupros. As vítimas reconheceram o acusado, que foi encaminhado para Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc Planalto), em Cuiabá. 

O segundo caso também envolve criança. O pedreiro Ildeu Xavier Matos, de 51 anos, é acusado de violentar uma menina de nove anos. Ele foi preso pela Polícia Civil após investigações da Delegacia Especializada de Defesa da Criança do Adolescente. 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!