MT-130 volta a ficar em estado crítico

28/01/2012 08:56

 

 

Os motoristas que usam a MT-130 reclamam dos buracos

A intensificação das chuvas nas últimas semanas voltou a deixar a rodovia MT-130 [Rondonópolis–Poxoréu-Primavera do Leste] em estado crítico de trafegabilidade em alguns trechos. O período chuvoso multiplicou os buracos na rodovia, principalmente após a saída do perímetro urbano de Rondonópolis e antes de chegar ao perímetro urbano de Poxoréu. A situação se repete apesar do início da atuação do consórcio vencedor da concessão da rodovia.
Os motoristas que usam a MT-130 reclamam dos buracos. O gerente substituto da Leste Tur em Primavera do Leste, Leonardo da Silva Lima, informa que os motoristas da empresa que fazem a linha Primavera-Rondonópolis e vice-versa têm feito o trajeto com uma média de 20 minutos a mais por causa da precariedade da rodovia. Além disso, ele externa que os buracos ocasionam desgaste mecânico na van.
Leonardo da Silva observa que a situação da MT-130 piora com as chuvas. Os motoristas da empresa lhe transmitem que, com as chuvas e lama na pista, fica difícil visualizar os buracos existentes. Ele critica, principalmente o trecho entre Poxoréu e Rondonópolis. Para piorar, o gerente observa que o trabalho preventivo para conservação da estrada parece não ser feito, pois esperam abrir os buracos, para depois tampá-los.
O pecuarista Paulo Eduardo Beer trafega frequentemente na MT-130, pois  possui propriedades em Poxoréu e em Primavera do Leste. Ele é mais um dos usuários que sofre com a situação calamitosa. Apesar de reconhecer que o trabalho de tapa-buraco vem sendo feito no trecho pela concessionária, o pecuarista pondera que o serviço tem sido de péssima qualidade. Após a chuva, o serviço feito, segundo ele, vai por água abaixo. Por enquanto, Paulo Beer diz que tem visto com mais frequência ao longo da rodovia apenas o serviço de levantamento topográfico.
Vale observar que a cobrança de pedágio no trecho entre Rondonópolis e Primavera ainda não começou a ser feita. A Morro da Mesa Concessionária é a vencedora do consórcio de concessão da MT-130, sendo originada da Construtora Locatelli Ltda, de Cuiabá, e da Argesil Armazéns Gerais e Silos Itaquerê Ltda, pertencentes ao Grupo Itaquerê, de Primavera do Leste. O direito de exploração do trecho será de 28 anos.

Autor:Marcio Sodré

Fonte:A Tribuna MT

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!