PM prende três suspeitos de assalto a bancos em MT

22/01/2012 09:56

 

  • A detenção foi em Peixoto de Azevedo; bando assaltou duas agências, fez reféns e provocou pânico em Confresa

  • PM 

    A Polícia Militar apreendeu carro, uniformes e mais de R$ 17 mil em dinheiro com os três bandidos

    Autor:KATIANA PEREIRA
    Fonte:Mídia News

     

    Após troca de tiros, na tarde quinta-feira (19), em Peixoto de Azevedo (691 km ao Norte de Cuiabá), a Polícia Militar prendeu três homens suspeitos de terem participado dos dois assaltos ao Banco do Brasil e à cooperativa de crédito Sicredi, ocorridos em Confresa (1.160 km a Noroeste da Capital), no último dia 9.

    No mesmo dia, os bandidos foram levados para o presídio "Ferrugem", em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá). Segundo a Polícia Civil, por questões de segurança e para dar continuidade às investigações do assalto, o trio deve ser transferido para a Penitenciária Central do Estado (PCE). 

    Foram presos Airton Gonçalves da Silva, 41, Anderson de Sousa, 21, e Max Junior Mello Lopez, 28. Em depoimento, os presos disseram que vieram de Santarém (PA) e que trabalham com pecuária.

    Os três tiveram as identidades averiguadas pela Polícia, quando foram confirmadas com as documentações apresentadas. Com o interrogatório, um acabou confessando uso de documento falso e, a partir da verdadeira identidade, foi constatado que ele já tinha passagens pela Polícia - inclusive, por roubo seguido de morte. 

    Os policiais encontraram escondidos, nos bancos do carro usado pelos três suspeitos, R$ 15,7 mil em dinheiro.

    O assalto

    Segundo informações da PM, uma quadrilha de pelo menos 10 homens com armamento pesado invadiu duas agências bancárias em Confresa. Foram assaltadas, simultaneamente, uma agência do Banco do Brasil e uma da Cooperativa Sicredi.

    As unidades bancárias ficam uma ao lado da outra, na principal via da cidade, a Avenida Centro-Oeste. Oito pessoas, entre clientes e funcionários, foram feitas reféns.

    A Polícia Militar confirmou que o bando fugiu usando duas caminhonetes, uma S10 e uma L 200, ambas de cor branca, além de um veículo Corsa preto. Na fuga, o bando ateou fogo no Corsa e jogou a caminhonete S-10 dentro de um rio da região. A S-10 foi roubada em Confresa e pertence a um advogado.

    Os bandidos, segundo a PM, seguiram em direção à MT-430, que liga Confresa a São José do Xingu (1.200 km ao Noroeste de Cuiabá). A Polícia não descarta a possibilidade de os demais bandidos estarem escondidos dentro da mata.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!