Polícia Federal afasta agente de funções operacionais

30/03/2012 08:37

 

Walter Piovan se envolveu em uma troca de tiros, na Avenida do CPA, em Cuiabá

 

MidiaNews

 

O veículo em que o policial Walter Júnior dirigia; tiroteio aconteceu em Cuiabá

Autor:LISLAINE DOS ANJOS
Fonte:Mídia News

A Polícia Federal afastou das funções operacionais o agente Walter Sebastião Piovan Junior, 40, após o policial se envolver em um tiroteio com o papiloscopista Fabrício Francisco Costa Leite, 51, na noite da última segunda-feira (26), na Avenida do CPA, em Cuiabá.

Devido a um erro da assessoria da PF, houve um comunicado inicial de que o agente continuaria respondendo por suas atividades normais. Piovan, porém, já entregou sua pistola funcional para perícia e agora exerce apenas funções administrativas na sede da Superintendência da Polícia Federal.

Uma sindicância foi aberta, por solicitação da corregedora da PF, Karen Dunder, e a conclusão do processo administrativo deverá sair dentro de 30 dias.

Nesta quarta-feira (28), a assessoria da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) informou que o técnico da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) está de licencia-prêmio, não estava em atividade quando se envolveu na troca de tiros e será afastado do serviço enquanto durarem as investigações internas acerca do ocorrido (cerca de um mês).

A Politec encaminhou um ofício à Diretoria Metropolitana da Polícia Judiciária Civil (PJC), solicitando o envio do inquérito criminal aberto para apurar os fatos. O inquérito será conduzido pelo delegado Laudeval de Freitas, e não mais pelo delegado Roberto Massuo Ohara.

O delegado Freitas, aliás, já afirmou que os dois serão indiciados por tentativa de homicídio, mesmo que ninguém tenha ficado ferido, ao contrário do que havia sido divulgado anteriormente, de que ambos responderiam apenas por disparos de arma de fogo em via pública.

Freitas afirmou que espera apenas a conclusão do laudo de local do crime, que vai indicar as trajetórias dos disparos. Caso o Ministério Público Estadual (MPE) aceite a denúncia, os dois serão julgados por Júri Popular, privativo de crimes contra a vida.

Segundo a assessoria da Sesp, de acordo com as informações e depoimentos que foram colhidos no processo, o corregedor da Politec, Marcos Rogério de Paula, irá decidir se será aberta uma sindicância (processo administrativo) ou uma instrução sumária para apurar os fatos.

Independentemente da via escolhida, a assessoria da Segurança Pública afirmou que ambos os procedimentos podem resultar em penalidades ao servidor, que variam desde uma simples advertência até a exoneração do cargo. As investigações internas devem durar até trinta dias.

O caso

O policial federal e o papiloscopista se envolveram em um tiroteio na noite de segunda-feira, por volta das 20h30, numa das vias mais movimentadas da Capital. O motivo para a troca de tiros seria uma discussão de trânsito.

De acordo com a nota enviada pela Polícia Federal, foram disparados sete tiros da pistola do policial federal e seis munições da arma carregada pelo papiloscopista.

A perícia de local de crime e do veículo atingido, uma caminhonete S-10 dirigida por Fabrício Leite, foi realizada na mesma noite. O papiloscopista da Politec ficou com o rosto cortado por estilhaços do vidro dianteiro da sua caminhonete.

Segundo o papiloscopista, houve um princípio de discussão entre ambos, na altura da Avenida Mato Grosso com a Avenida Prainha.

A cerca de vinte metros antes do viaduto da Avenida Miguel Sutil, o policial federal, segundo Fabrício Leite, parou o carro e desceu atirando contra ele.

O agente federal negou tal versão e afirmou ter sido perseguido por Leite, durante todo o trajeto.

Preocupado devido à função que ocupa, Piovan teria parado o carro próximo à Superintendência da Polícia Federal e desceu do veículo com a arma apontada para baixo, se identificando como policial federal.

Piovan alegou ter sido recebido a tiros pelo papiloscopista e que apenas atirou de volta, em legítima defesa.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!