Polícia descobre esquema milionário em Rondonópolis

26/11/2011 17:08

Operação “Caminhão Fantasma III” deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), do município de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), prendeu seis pessoas e indiciou outras três, envolvidas em um esquema milionário.

 
Estão presos Sueder Felizarti Lopes, 21, Aloisio Candido de Souza, 23, Anderson Nunes Soares, 24, Bruno Oliveira de Salles, 26, Juciney Martins de Novais, 30, Antonio Rodrigo Silva Souza, 26, todos são acusados de furtos de fertilizantes de empresas multinacionais e formação de quadrilha. 
 
A Polícia ainda procura por Odenil Felizarti, 44 anos, proprietário de duas carretas e Daniel Ferreira Lima, 27, agenciador e negociador das cargas furtadas. As investigações iniciaram há dois meses. Motoristas e empregados de uma empresa esmagadora de grãos foram monitorados no período. De acordo com o delegado da DERF, Claudinei Lopes, no último furto, a quadrilha levou aproximadamente 40 toneladas de fertilizantes, mercadoria avaliada em R$ 60 mil.
 
O furto ocorreu no interior de uma esmagadora de grãos de Rondonópolis, na quarta-feira (23.11). Com ajuda das imagens do sistema de segurança da empresa, os policiais conseguiram identificar o proprietário Odenil e o seu sobrinho e o motorista Sueder, além de localizar a carreta bi-trem com a carga no pátio de um posto de combustíveis, na saída para a cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. 
 
A quadrilha havia deixado a carreta estacionada até que fosse emitida uma nota falsa para ‘esquentar‘ a carga furtada e assim seguir viagem para o local da receptação. Odenil e Sueder são suspeitos de outros furtos ocorridos no mês de outubro desse ano de 2011. O primeiro encontra-se foragido e é considerado mentor da quadrilha. Já Sueder foi preso no Distrito Industrial, em Rondonópolis.
 
As investigações apontam que o proprietário Odenil e seu comparsa Daniel Ferreira Lima, eram encarregados das negociações de cargas furtadas e contratação de outras pessoas envolvidas no esquema. Daniel foi interrogado na Divisão de Crimes Contra a Pessoa, do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) de Rondonópolis, e foi indiciado por uma tentativa de homicídio ocorrida no último final de semana. 
 
Com a prisão de Sueder, imagens, e provas documentais, como espelhos de pontos dos empregados, foi possível confirmar a participação dos quatro empregados da empresa. O operador de produção Aloisio Candido de Souza, os operadores de pá, carregava as carretas. Também integravam o esquema Anderson Nunes Soares, Bruno Oliveira de Salles e Juciney Martins de Novais.
 
Fonte:Gazeta Digital
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!