Polícia Federal aumenta combate ao garimpo ilegal

16/08/2012 09:42

 

Na operação, foram apreendidas seis aeronaves e R$ 150 mil em espécie, além de veículos e documentos

Fonte:Agência Brasil

Com a constatação do aumento do garimpo ilegal nos últimos anos, a Polícia Federal intensificou sua atuação na região da Amazônia Legal. Em uma intervenção recente, denominada de Operação Xuará, na Terra Indígena Yanomami, em Roraima, mais de 30 pessoas foram presas e 8 quilos de ouro apreendidos.

Na operação, foram apreendidas seis aeronaves e R$ 150 mil em espécie, além de veículos e documentos. Segundo a assessoria da Polícia Federal, os agentes também têm expulsado garimpeiros de terras indígenas e unidades de conservação federais e mantêm uma base permanente na Terra Indígena Apterewa para evitar o renascimento do garimpo na região.

Dez equipes de policiais federais foram enviadas à região para reforçar o efetivo das unidades na repressão a crimes ambientais. A corporação garante que continua acompanhando e “que trata o crime ambiental, em especial na região amazônica, como uma de suas prioridades.”

A proliferação de garimpos clandestinos na Amazônia Legal teve início há quase cinco anos em proporções provavelmente superiores às características do garimpo em Serra Pelada, no sul do Pará, no final da década de 1970 e em 1980.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!