Portadores de Necessidades Especiais tem vagas garantidas nas empresas

24/09/2012 08:53

 

PNE podem se cadastrar junto ao Sine de Primavera para uma vaga de emprego

 

Escrito:Por Janine de Oliveira  Fonte:Clique F5

 

 

O Sine com o objetivo de inserir esse trabalhador no mercadorealiza atendimento especial junto as empresas que precisam se adequar a Lei de Cotas
Na sessão de reportagem especial de hoje, segunda-feira (24), com o tema Carreira Profissional, abordaremos sobre a situação dos trabalhadores portadores de necessidades especiais.
O assunto teve atenção especial na sexta-feira (21), junto ao Sine de Primavera do Leste, onde foi comemorado o Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência. “Essa é uma maneira de incentivarque pessoas com necessidades especiais busquem um emprego junto ao Sine, e que também os empregadores possam suprir a demanda da empresa por essa mão de obra” - explica a coordenadora do Sine de Primavera da Leste, Anuciada Bervegliere.
O principal fator para a contratação de portadores de necessidades especiais é a Lei 8213/91 que versa sobre as Cotas para deficientes nas empresas. O artigo 93 cria a obrigatoriedade para as empresas de contratação de PNE - Portadores de Necessidades Especiais- e de reabilitados estabelecendo uma cota nos seguintes termos:  de 100 até 200 empregados 2%, de 201 até 500 empregados 3%, de 501 até 1000 empregados  4% e mais de 1000 empregados 5%. “A lei de cotas pretende minimizar este problema e ajudar a dar oportunidade para que estas pessoas voltem a fazer parte da comunidade e, para isso, o papel das empresas é decisivo. Obviamente que a empresa irá precisar fazer algumas adaptações para receber estas pessoas. Em geral, são necessárias algumas adaptações físicas: instalações de rampas, de banheiros adaptados para cadeiras de rodas, de sinais sonoros e instruções em Braille para deficientes visuais. Em tempos de escassez de mão de obra a inclusão de PNE no mercado de trabalho vem efetivamente repercutir de forma bastante positiva” - pontua a coordenadora.
Quanto a situação de Primavera do Leste no que se refere ao fornecimento de vagas para esse tralhador, Anuciada afirma que o Sine já está tendo vagas para PNE, “o Ministério do Trabalho já está desenvolvendo um trabalho junto as empresas para que elas cumpram as cotas a que se refere a lei” - explica.
Quanto a existência de trabalhadores PNE em Primavera a coordenadora aponta que, “o nosso sistema exige a informação do trabalhador se ele é portador de algum tipo de necessidade especial, mas poucos procuram oportunidades de trabalho. E é exatamente com o objetivo de incluir o PNE no mercado de trabalho que estamos intensificando a intermediação para que a inserção ocorra em nossa cidade” - diz.
Com relação a receptividade das empresas Anuciada explica que as empresas respeitam muito esse trabalhador, “lógico que algumas adequações devem ser executadas tanto na parte física quanto funcional onde os funcionários precisam estar preparados para receber os novos colegas. Se a empresa tem a intenção de contratar deficientes auditivos, por exemplo, seria recomendável que os funcionários pudessem fazer um curso de Linguagem Brasileira de Sinais (libras). Isso facilitará a comunicação e contribuirá com a integração destas pessoas e a melhoria do ambiente de trabalho” - acredita.
Os interessados nas vagas para PNE devem procurar o Sine, com os seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF e Carteira de Trabalho, para que seja feito o cadastro. “Já tivemos a oportunidade de ofertar em parceria com o Senai cursos de qualificação profissional na área de informática para esses trabalhadores” - conta Anuciada.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!