PM fecha cerco no Nortão; execução seria encomendada

06/08/2011 08:45

 

  • Antonio Luiz de Castro, o "Luizão", 44, foi morto com vários tiros; assassino fugiu a pé

  • Fonte:Sonotícias

    Antonio Luiz de Castro, o Luizão, que morreu aos 44 anos, vítima de pistolagem



     

    Pelo menos 50 policiais, entre militares e civis, estão à procura do assassino do prefeito Antonio Luiz de Castro (DEM), de Nova Canaã do Norte (699 km a Extremo-Norte de Cuiabá). Luizão, como era conhecida, tinha 44 anos e foi morto com pelo menos sete tiros, na noite de sexta-feira (5).

    Ele estava em uma festa, no Clube do Laço, quando um homem usando capuz disparou sete tiros. O prefeito morreu na hora.

    O major Souza, do 8º Batalhão da Polícia Militar de Alta Floresta, informou ao MidiaNews que as equipes estão fechando o cerco contra o assassino de Luizão. Os policiais montaram barreiras em todas as saídas da cidade. Equipes foram deslocadas para realizar buscas em estradas vicinais, que dão acesso à área rural da região. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

    "Estamos atuando com 50 homens e aguardamos o reforço de mais policiais. Vamos fechar o cerco ao bandido (ou bandidos). As buscas ao assassino começaram ainda na noite de sexta-feira. Ele estava encapuzado, mas, se for uma pessoa de fora da cidade, ele tem grande chance de ser reconhecido", disse o major.

    O militar disse, ainda, que as investigações preliminares e o modo de operação do atirador apontam para um crime encomendado.

    "A morte do prefeito deve ter sido encomendada. As investigações apenas começaram, mas, só pelo modo como Luizão foi morto, tudo leva a crer que se trate de um pistoleiro, que foi contratado para matar o político", revelou o oficial.

    Luizão foi morto por volta das 22h. Segundo informações do major Souza, o prefeito estava na entrada do clube, acompanhado do vereador Ovídio Tomitão (PP), quando um rapaz teria perguntado quem era Luizão. Ao responder à pergunta, o prefeito foi atingido pelas balas.

    O major disse, também, que o vereador, que estava presente no momento da execução, não conseguiu reconhecer o atirador, pois ele estava encapuzado.

    "O vereador disse que ele e Luizão estavam de costas para o assassino. Quando perguntou "Quem é Luizão?", eles se viraram para olhar. Nesse momento, o assassino atirou e saiu correndo em direção a um matagal próximo", disse.

    Segundo informações da Polícia Militar, o homem teria dado três tiros em Luizão, enquanto ele ainda estava em pé. Mesmo com a vítima caída, já aparentando estar sem vida, o assassino disparou mais quatro tiros.

    Com o barulho dos tiros e a cena do prefeito caído, os participantes da festa entraram em desespero e criou-se uma situação de pânico no clube. As pessoas temiam que pudesse haver mais atiradores e tentaram se esconder. O assassino se aproveitou da confusão para fugir sem ser notado.

    Velório e sepultamento

    O corpo do prefeito Luizão, está sendo velado no ginásio de esportes da Vila Olímpica, na área central de Nova Cannã do Norte. O sepultamento deve ocorrer as 17h, no Cemitério Municipal. Vários políticos estão no velório, como o governador Silval Barbosa (PMDB) e o presidente da Assembleia legislativa, deputado José Riva (PP).

    Logo após ser alvejado por vários tiros à queima-roupa, o corpo do prefeito foi levado, na madrugada deste sábado (6), para Alta Floresta (a 100 km de Nova Canaã), para a necropsia, no IML.

    O prefeito de Nova Canaã do Norte era casado e tinha dois filhos. Ele era pecuarista e dono da lotérica da cidade. Luizão residia há cerca de 20 anos no município. Era natural da cidade de Umuarama (PR).

    O político estaria migrando para o PSD - partido que está sendo criado também em Mato Grosso. O vice-prefeito Vicente Medeiros (PMDB) vai assumir o comando da prefeitura.

    Segundo crime

    Luizão é o segundo prefeito assassinado em Mato Grosso, nos últimos 20 dias. No último dia 24, o prefeito de Novo Santo Antônio (1.063 km a Nordeste de Cuiabá), Valdenir Antônio da Silva (PMDB), foi a executado a tiros, dentro de casa casa.

    Ninguém foi preso, até agora.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!