Prefeito afastado por desvio de verba volta ao cargo

25/12/2011 10:23

Ele é apontado pelo MPE por desviar verbas da saúde

Divulgação

Prefeito Wilson Francelino ficou cinco dias afastado


Fonte: G1 MT

Depois de cinco dias afastado do cargo, o prefeito de Barra do Bugres, a 169 quilômetros de Cuiabá, Wilson Francelino de Oliveira, obteve liminar da Justiça para voltar ao cargo. Ele estava afastado por decisão da juíza substituta de Tangará da Serra, Tatiane Colombo, por suspeita de improbidade administrativa e desvio de dinheiro público. Na decisão, a magistrada acatou denúncia do Ministério Público Estadual (MPE). O vice-prefeito, Laerte Roberto Júnior ficou à frente do comando da cidade durante o afastamento de Wilson.

Wilson é apontado pelo MPE como um dos envolvidos em um esquema de superfaturamento de remédios destinados aos postos de saúde de Barra do Bugres, investigado na “Operação Saúde”, deflagrada em maio deste ano pela Polícia Federal e Controladoria Geral da União (CGU) em Mato Grosso e outros estados. Ao longo desta semana, o G1 procurou o advogado do prefeito, mas as ligações não foram atendidas.

Além do prefeito, as investigações identificaram também o envolvimento de outras dez pessoas como um ex-secretário municipal, servidores públicos e proprietários de uma empresa de medicamentos. De acordo com o promotor de Justiça, Rinaldo Segundo, autor da denúncia, os remédios adquiridos na cidade chegavam a custar seis vezes mais que o valor estipulado pelo Ministério da Saúde.

A liminar que reintegrou Wilson ao comando da Prefeitura de Barra do Bugres foi concedida na tarde desta quinta-feira (22) pelo desembargador Dirceu dos Santos Filho, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!