PRF inicia operação "Nossa Senhora Aparecida" nesta quinta

12/10/2012 08:12

 

Meta é reduzir o número e a gravidade dos acidentes; ações terminam no domingo

 

Divulgação

Clique para ampliar 

Fiscalização será reforçada nas cinco estradas federais que cortam MT

Fonte:Midia News
 

A Polícia Rodoviária Federal deu início, na madrugada desta quinta-feira (11), à Operação Nossa Senhora Aparecida. 

O objetivo é reduzir o número e a gravidade dos acidentes até a meia-noite de domingo, quando a operação termina. 

Durante o período, a previsão é que o fluxo de veículos seja maior por causa do feriado de sexta-feira, 12 de outubro, Dia de Nossa Aparecida. 

A PRF vai reforçar o policiamento nas rodovias federais, nesses dias. 

O principal foco da PRF será desenvolver ações para inibir a prática de infrações que podem causar acidentes com elevados índices de mortalidade ou lesões graves, tais como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e embriaguez ao volante.

Os condutores devem ficar atentos ao uso do cinto de segurança e da cadeirinha para as crianças. Além disso, a documentação do veículo, condutor e passageiros também será observada.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal irão atuar em pontos estratégicos das cinco rodovias federais de Mato Grosso (BRs 070, 158, 163, 174 e 364). Os policiais contarão com o suporte de viaturas operacionais, etilômetros e radares móveis de velocidade. Todos posicionados nos pontos considerados críticos de acidentes.

O policiamento ostensivo também será priorizado. Policiais rodoviários federais estarão atentos quanto à exploração sexual infanto-juvenil, ao tráfico de entorpecentes, ao porte ilegal de armas, roubo e furto de veículos e aos crimes diversos. 

Estatísticas

No ano passado, o feriado de Nossa Senhora Aparecida aconteceu numa quarta-feira e, por isso, não houve operação da PRF. O último feriado prolongado foi o de 7 de setembro, onde foram registrados 35 acidentes, com 25 feridos, e uma morte nas rodovias federais de Mato Grosso.

Restrição de trânsito

O tráfego de veículos como caminhões bitrem, com dimensões excedentes e caminhões cegonha em rodovia de pista simples – que compõem a maior parte da malha viária do Estado - será restrito durante o feriado.

Durante a Operação Nossa Senhora Aparecida, nos horários de maior movimento, esses veículos estarão proibidos de transitar, independente de possuírem Autorização Especial de Trânsito (AET).

A ideia é aumentar a fluidez do transito e diminuir os riscos de acidentes graves envolvendo carros de passeio.

O motorista que descumprir a determinação será multado pela PRF. A infração é média e será punida com multa de R$ 85,13 e perda de quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Além disso, o condutor será obrigado a permanecer com o veículo estacionado até o final do horário da restrição. 

Datas e horários:

Dias 11, 12 e 14 de outubro: das 16h às 22h, das 06h às 12h e das 16h às 24h.

Trechos Perigosos

Em Mato Grosso, o condutor deve redobrar a atenção ao circular na região de serras e nos perímetros urbanos das cidades. De acordo com os dados estatísticos da PRF, nestes locais costumam acontecer acidentes mais graves. 

A atenção deve ser redobrada na BR-070 – Serra do Mangaval (km 693 ao 697); BR-364 – Serra de São Vicente (km 342 ao 352); BR-364 – Serra da Petrovina (km 131 ao 140); BR-364 – Serra da Caixa Furada (km 580 ao 583); 
BR-364 – Serra do Tombador (km 573 ao 575)

Viagem Segura

Independentemente das condições do tempo, quem vai pegar a estrada deve respeitar as normas e a sinalização de trânsito; revisar os componentes elétricos e mecânicos do veículo; manter a atenção enquanto estiver dirigindo e observar as placas que indicam o limite de velocidade e condições de ultrapassagem.

Os motoristas que forem dirigir não devem consumir bebidas alcoólicas e evitar fazer refeições pesadas antes de viajar, além de procurar saber sobre as condições do tempo nos lugares onde vai passar e usar, sempre, o cinto de segurança. 

A PRF recomenda ainda que, em caso de animais na pista, o condutor deve reduzir a velocidade. E, em casos de emergência, o telefone da PRF é 191.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!