Primavera do Leste registra mais casamentos do que separações

08/05/2012 08:38

 

Estado de Mato Grosso apresentou aumento no número de separações mas a cidade segue em outra linha

 

Autor: Jaqueline Hatamoto Fonte: Clique F5
 

 

Em Primavera o número de casamentos supera o de separações

Mato Grosso está entre os estados brasileiros com maior número de divórcios, atrás apenas do Rio de Janeiro e Distrito Federal, segundo dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a pesquisa, a proporção de divorciados na unidade mato-grossense chegou a 4,1% da população. Diminuição na burocracia e independência das mulheres podem ter contribuído para aumentar o número de separações.
Em todo país, cerca de 140 mil casamentos são desfeitos todos os anos. 
O último censo mostrou também que o perfil socioeconômico influencia na hora de determinar a separação do casal.
Em 2010, a idade média de quem se divorciou foi de 43 anos, entre os homens, e de 39 anos, entre as mulheres. Em 2000, a idade média dos homens e mulheres que se divorciaram era, respectivamente, 41 e 38 anos. De acordo com o IBGE, Mato Grosso possui 74.743 divorciados.

 

EM PRIMAVERA 
Ao contrário das estatísticas apontarem que famílias estão se desfazendo; a cidade de Primavera do Leste apresentou um número de casamentos maior do que separação, segundo IBGE. 
Segundo o censo realizado no município em 2010, que teve o resultado divulgado em 2011, foram registrados 241 casamentos na cidade, enquanto apenas 93 casais se divorciaram, o que mostra um saldo positivo em relação ao estado.
De acordo com especialistas, o número pode ter aumentado pois dar entrada no pedido de divórcio ficou mais fácil depois que uma lei editada no ano de 2007 retirou a necessidade de o processo de separação correr na justiça. 
Em alguns cartórios do estado os registros de divórcio cresceram 70% em função da maior facilidade.
Um outro fator que vem contribuindo é que as mulheres estão cada vez mais independentes financeiramente. 
Recente pesquisa divulgada pelo IBGE mostrou que o número de mulheres inseridas no mercado de trabalho aumentou 40% e esse é um dos fatores que levam as mulheres a se separarem, pois entrando no mercado de trabalho as mulheres ficam independentes e abandonam o casamento. O instituto mostrou que as mulheres lideram os pedidos de separação.
Assim como aumentam a separação no Brasil, aumenta também o número de casais que optam pela guarda compartilhada no Brasil, o número já aumentou 4% diz o IBGE.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!