PSD já trabalha para as eleições de 2012, diz Riva

25/08/2011 08:02

 

  • Nova legenda precisa estar oficializada pela Justiça Eleitoral antes do dia 7 de outubro deste ano para participar da disputa


  • Assessoria

    Riva e Kassan (esq.) festejam adesões ao PSD, que já trabalha para as eleições de 2012 em MT


    Com 538 mil assinaturas colhidas em apoio à criação do Partido Social Democrático (PSD), em âmbito nacional, a cúpula da nova sigla em Mato Grosso já começa a trabalhar a formação de chapas com vistas às eleições de 2012, para prefeitos e vereadores.

    O presidente da Comissão Provisória do PSD em Mato Grosso, deputado José Riva (PP), disse, sem citar nomes, que há manifestação de vários correligionários interessados em disputar as eleições municipais pela nova legenda.

    O pedido do registro nacional do novo partido foi protocolado na segunda-feira (23), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo seu fundador, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM).

    Para ter candidatos nas eleições do ano que vem, a sigla precisa estar oficializada pela Justiça Eleitoral antes do dia 7 de outubro deste ano, ou seja, um ano antes do pleito.

    Riva também disse que, no momento, não há preocupação com o número de filiados e que o processo de criação está bem adiantado. Inclusive, já fez a defesa contra os pedidos de impugnação, ingressados pelo DEM e PTB.

    “A princípio, a nossa preocupação é com os candidatos que vão disputar as eleições do ano que vem. Temos muitos interessados”, disse o presidente da Assembleia Legislativa.

    O deputado explicou que pouco mais de 27 mil assinaturas foram certificadas no Estado. Embora tenham sido colhidas 60 mil, a maioria das pessoas não assinou conforme o Título de Eleitor, tornando-as incompatíveis.

    “Houve muito rigor na certificação das assinaturas. Mas estamos, tranquilos porque já conseguimos mais de quinhentas assinaturas certificadas, conforme exige a lei”, disse.

    Em Mato Grosso, Riva reafirmou que são 47 prefeitos, aproximadamente 400 vereadores, além de empresários e lideranças, que, segundo ele, "chegam com o propósito de construir um partido forte sendo mais uma alternativa que poderá contribuir com a democracia brasileira".

    Fonte:MidiaNews

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!