Se for condenado, Pedro Henry pode pegar até 100 anos de prisão

02/09/2012 11:40

Escrito por Folha do Estado

 

O deputado federal Pedro Henry (PP) e outros 11 polí- ticos denunciados no esquema do mensalão, podem ter uma pena de até 100 anos, isso porque segundo as penas propostas pelo ministro Cezar Peluso levaram advogados a um cálculo de acordo com a quantidade de políticos que receberam dinheiro do valerioduto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Conforme os advogados de réus consultados pelo jornal, a expectativa é que a dosimetria das sanções seja superior ao mínimo diante dos cargos que ocupavam os réus e o cará- ter continuado dos crimes, o que dá amparo à majoração de eventual condenação.

De acordo com o deputado Pedro Henry, ele e seu advogado José Antônio Álvares não se pronunciarão até terminar o julgamento. “Não dá para falar no meio de especulações sobre esse assunto”, alegou.

Segundo as informações, a tendência de uma parcela dos ministros do Supremo é sentenciar que alguns políticos comecem o cumprimento da pena em regime fechado - o que ocorre quando a punição é superior a oito anos. Políticos corruptores, na avaliação do Ministério Público Federal, também podem receber penas elevadas.>>>

 

O deputado Pedro Henry (PP-MT) e os ex-parlamentares Roberto Jefferson (PTB), Pedro Corrêa (PP) e Romeu Queiroz (PTB) são acusados de mais de uma prática de lavagem de dinheiro.

Os quatro são réus também por corrupção passiva. Se aplicados agravantes por exercerem na época dos crimes o cargo de deputado federal, também podem ter de iniciar o cumprimento de pena em regime fechado. Os também ex-deputados Carlos Rodrigues (PR) e José Borba (PP, ex-PMDB) são réus por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Caso o deputado Pedro Henry seja condenado, o cacique político sairá de vez da vida pública após uma trajetória em que foi vice-prefeito de Cáceres, deputado federal, presidente da Sanecap e secretário estadual de Saúde.

A denúncia de seu envolvimento no caso do mensalão o tirou da condição de parlamentar influente, que chegou a ser convidado ao cargo de Ministro dos Esportes na gestão Lula (PT). Na época, só não integrou no primeiro escalão do governo federal porque a cúpula do PP não era unanime sobre seu nome.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!