Sem efetivo, coronel desloca Força Tática para controlar carretas

16/07/2011 08:23

 

Força Tática será deslocada para cuidar de carretas por falta de efetivo - foto: PM/BG

A Polícia Militar de Barra do Garças anunciou que vai utilizar o agrupamento Força Tática para controlar as carretas e por fim a polêmica sobre o caos nas pontes Garças e Araguaia na divisa de Mato Grosso e Goiás. Desde que começou a temporada está um caos atravessar as pontes em função do acumulo de carretas no município. Cerca de mil carretas passam por dia pela cidade. Os motoristas chegam a ficam mais de quarenta minutos na fila para atravessar de Mato Gross para Goiás.

A medida considerada ‘amarga’ foi anunciada nesta sexta-feira (15) pelo coronel Valdemir Barbosa. Ele pediu desculpas à população porque não dispõe de efetivo suficiente para atender o serviço e terá que ‘sacrificar’ a Força Tática nesse serviço de reter as carretas na entrada de Barra do Garças nos horários de pico e soltar de três em três. Ele explica que a PM estava aguardando uma posição da Secretaria de Fazenda (Sefaz) para custear a jornada-extra dos policiais, entretanto foi orientado pelo comando para resolver internamente. “A saída que eu achei foi essa”, justificou.

O comandante disse que a prefeitura chegou a solicitar um orçamento desse serviço que ficou em torno de R$ 8.800,00, todavia o prefeito recusou alegando que é oneroso e não teria como aprovar essa despesa pois a Câmara de Vereadores está fechada. Já a cidade de Aragarças, o prefeito Marcos Antônio está custeando a jornada-extra dos PMs para evitar que o caos seja maior ainda...

As prefeituras de Barra do Garças, Pontal do Aragarças baixaram um decreto proibindo as carretas no perímetro urbano nos horários das 06 às 09 horas; das 11 às 14 horas e das 17 às 22 horas. Nos demais horários os caminhões passam de três em três e após as 22 horas é liberado a trafegabilidade. A medida deu certo nos anos anteriores e esse ano ainda não está sendo cumprida porque a Sefaz suspendeu o recurso da jornada-extra dos policiais.

O caos das carretas em Barra do Garças é o maior de MT pois chegam a passar mais de mil por dia. A maioria com destino ao sudeste brasileiro. Uma campanha denominada ‘Fora Posto Fiscal' foi lançada em Barra com objetivo de tirar a unidade da Sefaz do Pontal. O coronel Barbosa disse que o controle das carretas vai começar somente na segunda-feira e a população terá que enfrentar mais um final de semana de sufoco nas pontes.

OUTRO LADO

O procurador da prefeitura, Edmar Júnior, disse que não procede que a prefeitura não quis ajudar a resolver o problema das carretas afirmando que esse problema de PM seria de competência do estado. Ele alega que solicitou um orçamento, entretanto o Legislativo está de recesso não tem como votar uma lei sobre esse assunto.

O procurador acredita que o problema é do comando da PM, pois coronel Barbosa teria afirmado que tem efetivo para cuidar do trânsito local com saída dos azulzinhos e por isso teria que assumir controle das carretas sem ônus para o estado. “Será que a PM não pode fazer esse favor para população e só pode trabalhar se pagar diária. Faltam somente dois finais de semana para terminar a temporada” finalizou.

Fonte:Olhar Direto


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!