Zeca Viana volta a defender Plano de Desenvolvimento Florestal

11/08/2011 09:39

Contando apenas com ações dispersas na área florestal, Mato Grosso precisa de um Plano de Desenvolvimento para alcançar a competitividade em um setor com alto valor agregado e para o qual possui vocação. Pensando assim, o deputado estadual Zeca Viana (PDT) defendeu mais uma vez, junto ao Governo do Estado, a criação do Plano, cujo objetivo é unificar ações e inovar o segmento econômico florestal no estado.

Desta vez, Zeca Viana apresentou a proposta de criação do Plano de Desenvolvimento Florestal para Mato Grosso ao secretário-chefe da Casa Civil, José Lacerda. O deputado já havia apresentado a proposta, no início de junho deste ano, ao governador Silval Barbosa.

Zeca ressaltou que a implantação do plano é um grande desafio - tanto para o poder público quanto para o privado - mas é necessário, haja vista os benefícios ambientais e econômicos que traria para Mato Grosso.

José Lacerda considerou a criação do programa interessante e disse que o Estado já contempla a área da Floresta com um departamento dentro Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA). “A criação de um programa específico com a participação da iniciativa privada, envolvendo os bancos, a parte ambiental, do comércio, sempre é muito interessante”.

A iniciativa do deputado Zeca Viana em levantar a tese da criação do Plano Estadual de Desenvolvimento Florestal foi elogiada pelo secretário da Casa Civil, que ressaltou que a Assembleia Legislativa vem trabalhando nas questões ambientais há algum tempo. “A Assembleia tem uma grande contribuição para dar e temos que analisar as questões tributárias, fiscais e legais. O governador Silval tem interesse em desenvolver a atividade Florestal no Estado”.

Segundo Zeca Viana, o setor florestal brasileiro é responsável por 7% das exportações do país, ficando os seus produtos entre os cinco maiores da balança comercial e é responsável por 5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Contudo, Mato Grosso figura em 13º. lugar no ranking dos estados produtores de florestas plantadas, com 59 mil hectares. Segundo dados da Associação Brasileira de Produtores de Floresta Plantada (ABRAF), Minas Gerais é o estado que mais tem florestas plantadas no país, com 1,5 milhão de hectares.

A reunião, que aconteceu no Palácio Paiaguás, nesta terça-feira (09), contou com as presenças dos elaboradores da proposta, o engenheiro Florestal, Fernado Cassimiro e Oscar Yamakawa.

Conforme levantamento feito por eles, somente na região sul de Mato Grosso existe 300 mil hectares em áreas degradadas que poderiam ser utilizadas na plantação de florestas. Outro dado apresentado é de que a base florestal tem um potencial muito grande. O setor move mais de oito segmentos da cadeia produtiva.



Fonte:Soraia Ferreira | Assessoria de Comunicação


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!